Cabo receberá R$ 18,9 milhões para construção de moradias populares

PTB Notícias 9/11/2007, 10:19


O Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) do Governo Federal injetará R$ 18,9 milhões na construção de 468 casas populares no Cabo de Santo Agostinho, cidade administrada pelo petebista Lula Cabral (PE).

A assinatura do repasse dos recursos para a Prefeitura acontecerá nesta sexta-feira (09/11), as 16 horas, na agência da Caixa Econômica Federal da Ilha do Leite, no Recife.

Segundo o secretário executivo de Infra-estrutura do município, Osvaldo Vieira, do total de moradias contempladas, 228 estão previstas dentro do projeto Vila Esperança, que beneficia moradores da comunidade da Vila do Maruim e do Chiado do Rato, em Ponte dos Carvalhos, onde também será realizado projeto de urbanização com a pavimentação de ruas e construção de áreas de lazer.

A comunidade de Garapú também será beneficiada, por intermédio do projeto Casa Nova 5, com a construção de 100 casas para atender a demanda do Movimento dos Sem Teto e outras 100 para as famílias credenciadas no programa Auxílio Moradia da Prefeitura.

Mais 40 casas previstas no projeto Casa Nova 1, também em Garapu, também serão atendidas pelo programa e financiadas pela Prefeitura.

No total, 2.

100 pessoas serão atendidas.

As obras devem ter os projetos aprovados em dezembro deste ano e iniciadas em fevereiro, com duração de 12 meses.

Os moradores das regiões atendidas estão sendo acompanhados por assistentes sociais, para que as mudanças atendam, de fato, às necessidades da população.

De acordo com o secretário, os projetos habitacionais beneficiados são de fundamental importância para o processo de desfavelização da cidade e a assistência do PAC é essencial tanto nesses quanto em outros projetos.

Oswaldo lembra ainda que, além dos recursos para habitação, a adutora do Rio Pirapama – que irá acabar com o racionamento na região – e as obras de saneamento e esgotos no centro da cidade, nas praias de Enseada dos Corais e Itapuama e em outras áreas foram também apoiados pelo Programa Nacional.

Ao todo, foram investidos com recursos do PAC, aproximadamente, R$ 365 milhões na cidade do Cabo nos últimos meses.

A Prefeitura também desenvolve projetos independentes como o de ordenamento urbano, dando um novo visual à cidade com a construção de uma de um calçadão de seis metros, ao lado da Avenida Historiador Pereira da Costa, e a ampliação da área verde da cidade.

Além disso, a Prefeitura deve pavimentar cerca de 45 km de estrada, até o fim da atual gestão, com auxílio do Ministério do Turismo.

“Todos esses investimentos ajudam ao desenvolvimento da cidade do Cabo de Santo Agustinho, com a geração de empregos diretos e indiretos, aquecimento do comércio e conseqüente aumento da arrecadação de impostos, o que viabiliza novos investimentos”, finaliza Osvaldo Vieira.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações da PCSA)