Cafeteira divulga carta em que nega ter sido consultado por senadora do PT

PTB Notícias 14/11/2007, 17:24


O senador Epitácio Cafeteira, Líder do PTB no Senado, divulgou nesta quarta-feira, 14/11, por intermédio do senador Mozarildo Cavalcanti, ofício de sua autoria em que assegura não ter sido consultado a respeito do episódio do afastamento, na Comissão de Constituição e Justiça, do senador Mozarildo Cavalcanti, promovido pela líder do bloco de apoio ao governo, senadora Ideli Salvatti (PT-SC).

Mozarildo, por ter se posicionado contrário à prorrogação da CPMF, foi afastado da CCJ pela senadora petista.

Segundo explicou o senador Mozarildo, a Líder do bloco de apoio, ao ser interpelada por ele sobre o motivo de sua substituição, teria afirmado que debateu o assunto com o Líder do PTB, Epitácio Cafeteira.

Entretanto, o senador Epitácio Cafeteira assegura que em nenhum momento foi consultado pela senadora petista sobre a questão, e disse ainda que se tivesse sido ouvido, teria se posicionado contrário à decisão.

O Líder petebista diz ainda que a bancada, composta por seis senadores, deve “repensar serena e tranqüilamente a participação no bloco governista”.

Leia abaixo a carta assinada pelo senador Epitácio Cafeteira, e que foi divulgada no Plenário do Senado nesta quarta-feira pelo senador Mozarildo Cavalcanti.

“Brasília, 13 de novembro de 2007.

Prezado Senador Mozarildo Cavalcanti,Com meus cordiais cumprimentos e em resposta ao Ofício nº 693/2007/GSMCAV, esclareço a V.

Exª que em nenhum momento fui consultado pela Líder do Bloco de Apoio ao Governo, Senadora Ideli Salvatti, sobre a substituição do distinto parlamentar na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania desta Casa, ressaltando, portanto, que essa decisão é de responsabilidade única e exclusiva da Liderança do Bloco, no uso das suas prerrogativas regimentais.

Destaco, ainda, a V.

Exª que, caso tivesse sido consultado sobre esse assunto, seria prontamente contrário à decisão tomada [aqui vou até parodiar o Senador Mão Santa: atentai bem, Senador Eduardo Suplicy!] pois entendo que, desde que fui escolhido por meus pares para exercer a honrosa liderança do PTB nesta Casa, todas as deliberações de interesse do partido têm sido pautadas pelo consenso e pelo dialogo com todos os membros da bancada, dentro do espírito democrático.

Neste sentido, e tendo em vista esse lamentável fato, julgo ser este o momento ideal para que nós, membros da Bancada do PTB no Senado, repensemos, serena e tranqüilamente, nossa participação no Bloco de Apoio ao Governo.

Entendo que o nosso Partido não está recebendo tratamento condizente ao seu tamanho, a sua representatividade e, principalmente, a sua grandeza nesta Casa.

Temos, por exemplo, a segunda maior bancada que integra o Bloco de Apoio e uma participação tímida nas comissões permanentes e temporárias desta Casa.

Acredito, portanto, que com o diálogo e com a contribuição de toda Bancada, o PTB possa agir com maior independência, atuando conforme nossas decisões internas e nossos compromissos e princípios partidários.

Assina: Senador Epitácio Cafeteira, Líder do PTB.

“Agência Trabalhista de Notícias