Cafeteira diz que não mudará relatório por arquivamento

PTB Notícias 15/06/2007, 11:33


O senador Epitácio Cafeteira (PTB/MA) disse que não mudará o relatório apresentado ao Conselho de Ética por conta da reportagem apresentada nesta quinta-feira (14/06) pelo Jornal Nacional, da TV Globo, que rebate informações de rendimentos apresentadas pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Em sua defesa, o parlamentar havia encaminhou documentos na tentativa de comprovar aos senadores que teria renda suficiente para fazer pagamentos à jornalista Mônica Veloso, com quem teve uma filha.

Em reportagem veiculada no dia 30 de maio, a revista Veja havia afirmado que os pagamentos, no valor de R$ 12 mil, eram feitos por Cláudio Gontijo, funcionário da empreiteira Mendes Júnior e amigo pessoal de Renan, o que levou o P-SOL a apresentar representação ao Conselho de Ética para que investigasse o assunto.

No relatório, o senador Cafeteira defende que não há provas suficientes para abrir a investigação e recomenda o arquivamento da representação.

Em entrevista há pouco, ele afirmou que “as informações [do Jornal Nacional], têm que ser apuradas, mas o relatório não tem que ser mudado”.

Ele reconheceu, no entanto, que as denúncias deixaram “um grau de dúvida”.

Renan Calheiros não quis comentar o assunto após a veiculação da reportagem.

Ele confirmou, por meio de sua assessoria, as informações que deu aos repórteres da TV Globo.

Nelas, Renan disse que tem como provar a legalidade da venda de parte do seu rebanho de gado com notas fiscais e guias de transporte animal.

Afirmou, também, que todo o dinheiro negociado foi depositado em sua conta pessoal.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações da Agência Brasil)