Camargo diz que proibição da venda de bebidas em vidro causará desemprego

PTB Notícias 10/04/2011, 8:29


O deputado estadual Fábio Camargo disse que o projeto lei que proíbe a comercialização de bebidas envasadas em garrafas de vidros descartáveis do tipo “One Way”, somente uma via, ou “Long Neck” e similares, como refrigerantes e bebidas destiladas, em qualquer estabelecimento comercial no Paraná, causará a redução de empregos em diversos setores.

A proposta que proíbe a venda desse tipo de produto foi apresentada pelo deputado Rasca Rodrigues (PV), na última quinta-feira (07/04/2011).

Ainda precisa passar por comissões internas da Assembleia Legislativa, votada em Plenário e sancionada pelo governador Beto Richa (PSDB) para se tornar lei.

“Um projeto como esse não pode ser aprovado da forma que foi enviado.

Temos que discutir primeiro com os parlamentares e a sociedade.

Existem outras formas de proteger o meio ambiente sem causar desemprego”, destaca o deputado do PTB paranaense.

Camargo cita o exemplo da parceria entre Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos e Abividros (Associação Brasileira de Vidros) que monitora o destino das garrafas “long neck” desde o seu descarte à transformação em material reciclável.

“Outra medida seria a de aumentar a divulgação da importância de reciclar esse tipo de material.

Uma forma mais fácil e eficaz que evita o fechamento de vagas em todo o Paraná e Brasil”, concluiu.

fonte: site da Assembléia Legislativa do Paraná