Campos cobra apoio a projeto que proíbe mascarados em manifestações

PTB Notícias 1/03/2014, 7:19


O deputado Campos Machado, secretário nacional do PTB e líder da bancada trabalhista na Assembleia paulista, tem usado a tribuna da Casa para questionar os motivos que levam os deputados petistas e o do PSOL a não apoiar o projeto de lei que proíbe mascarados nas manifestações.

Todos os líderes de bancadas na Assembleia já se colocaram favoráveis à aprovação do PL, exceto a Bancada Petista e o único representante do PSOL.

Presente no Plenário durante os pronunciamentos de Campos Machado, o líder do PT, Luiz Cláudio Marcolino, não respondeu aos questionamentos do petebista.

O projeto de lei que o PT e o PSOL não querem votar assegura liberdade de manifestação em locais públicos, mas veta o uso de máscaras ou roupas que mantenham os manifestantes em anonimato.

Segundo Campos Machado, as manifestações populares que ocorreram em todo o país contra autoridades, qualidade dos serviços públicos, corrupção e outras formas de inconformismo, transformaram as ruas nas vozes de todos os brasileiros.

O líder petebista justifica sua iniciativa afirmando que, “nos últimos tempos, as manifestações se tornaram palco quase que exclusivo de grupos autodenominados radicais, cuja plataforma principal de reivindicação é destruir, danificar, explodir, queimar, saquear e aterrorizar, tomando as vias públicas, quase sempre mascarados, a fim de não serem identificados”.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações da assessoria do Deputado Campos Machado (PTB-SP)