Campos condena agressão contra jornalista do DF e exalta cultura afro

PTB Notícias 14/05/2015, 9:03


O presidente do PTB de São Paulo e secretário-geral do partido, deputado estadual Campos Machado, manifestou sua indignação após tomar conhecimento do caso da jornalista Cristiane Damacena, do Distrito Federal, que foi alvo de uma série de ataques nas redes sociais, após ter trocado sua foto de perfil no Facebook.

Para Campos, “essas manifestações são abomináveis, não podem ter lugar em pleno século 21.

Espero que todos os que manifestaram esse ódio insidioso sejam identificados e exemplarmente punidos”.

“Sou um afro-descendente com muito orgulho, e quando lutei pela criação da ATADE e do PTB AFRO, não foi para fazer demagogia, e sim para apoiar ações afirmativas que assegurem direitos, oportunidades e deveres para todos os brasileiros, sem qualquer distinção.

“”Nesse 13 de maio, temos que demonstrar orgulho de nossa origem, da nossa história.

E não podemos achar, como alguns, que não existe mais preconceito.

Apesar de inadmissível, ele ainda existe, ainda que veladamente, e devemos combatê-lo com coragem, usando todos os instrumentos legais.

“”A riqueza da cultura afro-brasileira é a melhor resposta a estes insultos.

Temos, aqui no Estado de São Paulo, através de lei de minha autoria (13.

557/2009), a Semana Grande Otelo, com o objetivo de lembrar a sua contribuição à cultura nacional e o de revelar novos talentos em todas as áreas artísticas e culturais”, conclui Campos Machado.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria do deputado Campos Machado (PTB-SP)Arte: Divulgação/PTB-SP