Campos Machado celebra sucesso do I Meeting de Coordenadores

PTB Notícias 28/02/2008, 11:09


A sede do Diretório Estadual do Partido Trabalhista Brasileiro no Estado de São Paulo, localizada no centro da capital paulista, viveu, nos últimos dias 22 e 23 de fevereiro, um momento histórico, jamais visto por cerca de 50 petebistas que participaram do I Meeting de Coordenadores Estaduais do PTB.

O Encontro, idealizado pelo Secretário Nacional de Relações Sindicais, Trabalhistas e de Mobilização do PTB, Carlos Alberto Thadeo, teve a finalidade de preparar a Equipe para as próximas eleições municipais, através de palestras com temas como: Motivação, Fidelidade Partidária, Diretórios, Convenções Municipais, Corrente Campista e Mulher na Política.

O Meeting foi aberto e encerrado pelo deputado Campos Machado, presidente estadual e secretário-geral da executiva nacional do PTB, que fez questão de ressaltar que este ano um dos objetivos principais da agremiação partidária é “eleger mil prefeitos e cem vereadores, envolvendo as 645 cidades paulistas, inclusive a capital”, onde o partido deverá ter candidato próprio à sucessão municipal ou indicar um candidato à vice-prefeito, numa possível aliança com o ex-governador Geraldo Alckmin, candidato a prefeito.

Este ano, o PTB não abre mão de participar com candidatos próprios, em pelo menos 350 municípios paulistas.

“Em casos pontuais faremos coligações em chapas majoritárias, mas com dignidade.

Em momento nenhum seremos vagão, mas sim locomotiva”, afirmou Campos Machado.

Afinal, oficialmente, a sigla petebista já figura em terceiro lugar, tanto na capital, como no interior, em números de filiados.

“Ainda este ano chegaremos ao topo”, prevê o deputado que no passado iniciou uma campanha de filiação partidária jamais empreendida por outro partido no Estado.

A atuação do presidente estadual do PTB foi elogiada pelo seu parceiro de sigla, o deputado federal Arnaldo Faria de Sá.

“Temos um comandante que nos incentiva a trabalharmos, defendendo sempre a sua bandeira de Lealdade e Fidelidade”, destacou o parlamentar.

O Prof.

Dr.

J.

B.

de Oliveira, um dos melhores oradores do Brasil, acostumado com a arte da motivação, fez questão de afirmar, durante sua palestra, que nunca tinha visto uma reunião partidária como a que estava participando.

“Não conheço nenhum outro partido político que tenha tido a preocupação de reunir seus Coordenadores para este tipo de atividade”, lembrou.

O ex-presidente da Juventude Petebista, Enio Rocha, atualmente na executiva do partido, falou sobre a história da sigla mais antiga do Brasil, de Getúlio Vargas a Campos Machado.

O vice-presidente da executiva nacional do PTB, Luiz Souto Madureira, cobrou empenho total em relação às filiações partidárias, listas de candidatos e preparação de Delegados Regionais.

“Vamos trabalhar com afinco, que teremos resultados extremamente satisfatórios este ano”, justificou.

No que foi seguido, por outro integrante da executiva do partido, Cláudio Ferreira, que discorreu sobre a importância da palavra “organização”.

“Através da determinação total chegaremos, com certeza, a todos os objetivos determinados pelo nosso líder deputado Campos Machado”, ressaltou.

No segundo dia de palestras, o I Meeting de Coordenadores Estaduais do PTB seguiu, no Auditório Yvette Vargas, na sede do partido.

O primeiro a falar foi o advogado Waldomiro Ramos.

O petebista alertou que “hoje, segundo as novas regras eleitorais, o partido pode cobrar ao máximo a fidelidade partidária, e a infidelidade poderá acarretar em conseqüências graves ao infrator”, concluiu.

Outro palestrante foi o Dr.

Owaldo Cera, um dos mais antigos petebistas do País.

“Fico feliz em poder estar aqui, para não só falar da história do PTB, mas, também, sobre as atividades que teremos até as eleições que com certeza nos levaram à vitória, na maioria absoluta dos municípios paulistas”, comemorou.

Outro palestrante, Carlos Thadeo, um entusiasta para que o evento acontecesse, disse que depois de figuras históricas, como Getúlio Vargas, Jânio Quadros, entre outros, está nascendo o Campismo.

“Não há mais como segurar um dos mais fortes projetos políticos que já tivemos em nosso estado, que já está se esparramando por várias regiões brasileiras, e este projeto tem nome: Campos Machado”, disse o Professor.

A Sra.

Marlene Campos Machado, ao falar do PTB Mulher, que preside no estado de São Paulo, defendeu a efetiva participação da mulher em todos os níveis do partido.

“Nós mulheres, formamos 52% do eleitorado brasileiro.

Temos que implantar o PTB Mulher em cada cidade deste estado, com a participação efetiva nos diretórios petebistas”, cobrou.

Ao final do evento, Campos Machado, o deputado estadual mais votado do Brasil, nas últimas eleições, ao cumprimentar a organização do evento, ao pedir que todos se levantassem, de mãos dadas saudassem o Partido Trabalhista Brasileiro, afirmou que “chegou a hora e a vez do PTB”.

E o deputado tem razão.

Estava estampado em cada um dos rostos presentes, formados por ex e atuais vereadores, prefeitos e deputados uma garra jamais vista, inclusive por petebistas que militam no partido há mais de 40 anos, que o partido vai dar trabalho nas eleições deste ano, em todo território paulista.

fonte: site do Deputado Estadual Campos Machado (PTB-SP)