Campos Machado critica propostas que ameaçam direitos dos trabalhadores

PTB Notícias 4/05/2015, 18:45


O presidente do PTB de São Paulo e secretário-geral do partido, deputado estadual Campos Machado, pronunciou-se, na sexta-feira (1º/5/2015), sobre projetos em discussão no Congresso Nacional que ameaçam “conquistas históricas dos trabalhadores”.

Campos Machado criticou o projeto de lei 4330, aprovado na Câmara dos Deputados, que trata sobre a terceirização.

Segundo o petebista, “da forma que foi aprovado, sem especificar melhor questões inerentes às atividades-fim e às atividades-meio, categorias inteiras poderão deixar de existir”.

“A possibilidade da terceirização para qualquer tipo de atividade é um erro muito grande, e não cumprirá, ao contrário, passará ao largo dos objetivos de sua criação, e poderá provocar arrocho salarial e extinção de vários direitos trabalhistas, com reflexos terríveis para a economia”, disse.

Impostos e política de benefíciosO deputado Campos Machado lembrou também que as bancadas do PTB na Câmara e no Senado foram orientadas, por meio da (/?page=ConteudoPage&cod=43698) Resolução 074/2015, a votarem contra as Medidas Provisórias (MPs) 664 e 665, que visam alterar direitos dos trabalhadores e pensionistas.

“Neste documento, o nosso partido deixa bem claro, ainda, a independência em relação ao governo federal, e a nossa posição totalmente contrária à criação ou majoração de quaisquer tributos”, destacou Campos.

“O PTB completará, em 15 de maio, 70 anos de história em defesa do trabalhador, e não podemos apoiar quaisquer medidas que prejudiquem ou retirem direitos pelos quais lutamos e que são a razão de ser do Partido Trabalhista Brasileiro”, concluiu.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações do PTB-SPFoto: Vera Massaro/Alesp