Campos Machado pede Comissão para investigar negociação da Cintra

PTB Notícias 10/04/2007, 10:33


O deputado estadual e presidente do Diretório do PTB em São Paulo, Campos Machado, protocolou pedido para a criação de uma Comissão de Representação para acompanhar as investigações sobre a compra da cervejaria Cintra pela AmBev.

O objetivo da comissão será investigar a lisura da compra da Cintra, uma vez que a cervejaria Petrópolis já havia fechado anteriormente o negócio para a compra.

Para o petebista, a compra da Cintra impedirá que qualquer outra empresa do ramo possa expandir seus negócios na produção de cerveja.

“Isso configura nítida caracterização de abuso do poder econômico”, afirmou Campos Machado.

Inicialmente, o deputado petebista fará a oficialização aos órgãos de defesa da concorrência e Ministério Público Federal, e depois entrará em contato com as autoridades do Rio de Janeiro, onde a Cintra tem uma fábrica no município de Piraí.

A outra fica em Mogi Mirim (SP).

Machado alerta para a possibilidade de fechamento da fábrica em Mogi Mirim (SP), o que culminaria na demissão de todos os funcionários, apesar da AmBev negar que tenha planos de fechar as indústrias.

“Acredito que o investimento de R$ 5 bilhões anunciado pela AmBev para os próximos cinco anos poderá barrar o crescimento de pequenas empresas com a ociosidade de suas indústrias”, enfatizou o deputado do PTB de São Paulo.

A formação da comissão pode ser votada em plenário ainda esta semana.

Formada por sete a nove deputados de diferentes partidos, o grupo poderá ouvir pessoas do mercado e fazer investigações sobre a AmBev e o negócio com a Cintra.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do Monitor Mercantil)