Campos Machado quer lacre higiênico nas embalagens de bebidas

PTB Notícias 13/09/2011, 7:26


O líder da bancada do PTB na Assembleia Legislativa de São Paulo, deputado Campos Machado, apresentou o projeto de lei 775/2011, que visa padronizar o fechamento das embalagens de bebidas para oferecer mais segurança de higiene ao consumidor.

Para tanto, de acordo com a proposta de Campos, que também é Secretário-Geral da Executiva Nacional do partido e presidente do PTB-SP, pretende tornar obrigatório o uso do lacre higiênico na parte externa das tampas, copos e garrafas que contenham bebidas de toda espécie, fabricadas ou comercializadas no estado.

O parlamentar petebista justifica seu projeto diante dos resultados de estudos realizados pelos laboratórios da Universidade de São Paulo (USP) que comprovaram a eficácia do uso de lacre nas partes externas das tampas de bebidas.

A higiene proporcionada pelo lacre, diminuindo a quantidade de microorganismos em 80%, é a garantia de maior proteção às pessoas.

O projeto, se aprovado, passará a ser uma lei de proteção a milhões de pessoas, livrando-as de contrair doença como a leptospirose, provocada pela urina do rato, que, geralmente, se acumula nos depósitos, normalmente sujos.

Proteção da saúde é segurança para o consumidor e direito básico previsto pelo Código de Defesa do Consumidor.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Portal da Assembleia Legislativa de São Paulo