Campos Machado recebe a empresária Kuniko Yonaha, nova filiada do PTB

PTB Notícias 26/10/2015, 7:42


O presidente do PTB de São Paulo e secretário-geral do partido, deputado estadual Campos Machado, se reuniu na quinta-feira (22/10/2015) com a empresária Kuniko Yonaha, mais conhecida como Dona Maria do Pastel.

Segundo Campos Machado, “uma figura maravilhosa, mulher guerreira, extrovertida, grande simplicidade que, mesmo com dificuldades, subiu degrau por degrau e conseguiu impor sua personalidade e a maneira de ser.

Adaptou-se a um novo país e acostumou a viver de acordo com a cultura local e que conseguiu em várias oportunidades ser eleita e, escolhida, por fazer o melhor pastel da cidade de São Paulo”.

“O impossível disso tudo é que ela não mudou sua maneira de ser e seguiu na mesma atividade onde viveu toda sua vida.

As entrevistas e os comentários, todos no superlativo, não modificaram sua simplicidade”, completou Campos, que convidou Kuniko Yonaha para ingressar no PTB.

Convite prontamente aceito, Campos Machado finalizou: “Se o destino assim quiser e ir ao encontro dos anseios dos feirantes e da cidade, a Dona Maria, que reúne todas as condições para ser eleita com grande quantidade de votos, será uma excelente vereadora para São Paulo”.

Pastel da MariaA japonesa Kuniko Yonaha, que hoje todos conhecem pelo nome de Maria, tem duas irmãs e um irmão.

Veio para o Brasil em 1963 com apenas 11 anos de idade.

Estudou até a 2° série do antigo ensino primário.

Teve que interromper os estudos para cuidar da irmã caçula enquanto os pais trabalhavam em uma barraca de empório.

Infância sofrida, enfrentou inúmeras dificuldades.

Tinha 14 anos quando os pais mudaram de ramo e montaram uma barraca de pastel de feira.

Sua rotina: voltava da feira, fazia os recheios dos pasteis e a massa até as 20h.

Acordava de madrugada para montar os pasteis.

Quando terminava, já estava na hora de ir de novo para feira.

Naquela época não havia maquinário, freezer e muito menos infraestrutura que existe hoje.

Aprendeu muito, montou sua própria barraca de pasteis e sempre acreditou no sucesso de seu negócio.

Hoje, seus quitutes são encontrados em seis feiras livres espalhadas pela cidade e na loja do bairro de Pinheiros.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do PTB-SP Foto: Divulgação