Campos Machado repudia abertura de inquérito contra ex-presidentes

PTB Notícias 5/11/2015, 17:55


O secretário-geral do PTB e presidente do partido em São Paulo, deputado estadual Campos Machado, reagiu com indignação à abertura, pelo Ministério Público Federal (MPF), de inquérito civil contra ex-presidentes por “possível apropriação indevida de bens públicos”.

A reação de Campos foi provocada, especialmente, porque a medida atinge o ex-presidente e senador Fernando Collor (PTB-AL), seu amigo pessoal e correligionário, e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, a quem ele considera “um estadista de quem o Brasil deve se orgulhar”.

O líder trabalhista diz que “tudo tem limite”, e considera um absurdo submeter homens públicos que ocuparam o mais importante cargo da República a esse constrangimento.

O deputado Campos Machado protocolou, na Assembleia Legislativa paulista, moção de repúdio contra o MPF, por acreditar ser “inadmissível que estadistas deste porte sejam expostos ao ridículo e tenham manchadas a sua honra”.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da assessoria do deputado Campos Machado (PTB-SP)Foto: Roberto Navarro/Alesp