Cassiá Carpes é contra remoção dos restos mortais de Jango para Brasília

PTB Notícias 27/09/2007, 8:39


O líder do PTB na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado estadual Cassiá Carpes, manifestou nesta quarta-feira (26/9), na tribuna, sua posição contrária a transferência dos restos mortais do ex-presidente João Goulart do cemitério Jardim da Paz, em São Borja, para um memorial em na capital federal.

“Não podemos abrir mão de mantê-lo aqui.

Brasília não merece João Goulart.

É uma cidade fria, sem nenhuma ligação com o ex-presidente.

Lá se fará uma festa momentânea e depois ele será esquecido.

Peço o apoio desta Casa para mantermos o corpo de Jango em São Borja.

Foi o único presidente brasileiro a morrer no exílio e está sepultado em sua cidade natal”, disse o petebista.

Cassiá lembrou que foi por lá que o corpo do ex-presidente chegou ao País, em dezembro de 1976.

“Se é para fazer um memorial para Jango, que façam em São Borja.

Que prestigiem cultural e economicamente a minha cidade.

É preciso levar em conta os aspectos históricos, afetivos do ex-presidente com a cidade onde está sepultado”, acrescentou.

fonte: site do PTB – RS