Cassiá homenageia profissionais de Educação Física através do Conselho

PTB Notícias 9/09/2009, 8:22


O Grande Expediente da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul desta terça-feira (08), homenageou os dez anos do Conselho Estadual de Educação Física do Rio Grande do Sul, através do deputado Cassiá Carpes (PTB).

O Conselho de Educação Física cumpre a função de fiscalizar e coibir o exercício ilegal da profissão.

Cassiá salientou que a atividade do CREF-RS vai além desta prerrogativa, agindo na defesa dos interesses da sociedade, quando trata de atividade essencial para os educandos, ou seja, a Educação Física Escolar.

O processo de regulamentação e criação de um Conselho para a Profissão de Educação Física, teve início nos anos 40.

A iniciativa partiu das Associações dos Professores de Educação Física do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Juntas, as associações fundaram a Federação Brasileira das Associações de Professores de Educação Física, em 1946.

O deputado saudou a luta da categoria, que somente nos anos 80 resgatou a Federação Brasileira das Associações dos Professores de Educação Física, motivando o surgimento de Associações de Professores de Educação Física em praticamente todos os Estados brasileiros.

Foi apresentado e aprovado em 1989, na Câmara dos Deputados em Brasília, Projeto de Lei que dispunha sobre o Conselho Federal e os Regionais dos Profissionais de Educação Física, Desporto e Recreação, sendo oficialmente o primeiro projeto de regulamentação da profissão.

O projeto foi vetado pelo então presidente da república José Sarney no início dos anos 90, baseando-se em parecer do pelo Ministério do Trabalho.

A decepção trouxe o que o deputado denominou de “colapso do movimento, passando por um processo de desativação.

” Em 1995, durante realização do Congresso da Federação Internacional de Educação Física, foi lançado o “Movimento pela regulamentação do Profissional de Educação Física”.

Em 13 de agosto de 1998 foi aprovado por unanimidade e encaminhado à sanção presidencial o projeto de Lei 330/95, do deputado federal Eduardo Mascarenhas.

Em 01 de setembro, o PL tornou-se a lei 9696/1998, regulamentando a profissão.

Lembrando sua origem no esporte, Cassiá afirmou que “nenhuma atividade mais do que a atividade física, é capaz de fazer bem aos nossos jovens não somente no sentido físico, mas principalmente no fato de que o esporte afasta o jovem das drogas e isso todos sabemos e comprovamos.

Desejo vida longa ao CREF e cada vez mais envolvimento com essa prática tão importante, a da educação física.

Aqui, sabem, terão sempre um grande aliado”.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul