Célia Sales assina convênio com Banco do Nordeste para ajudar microempreendedores

PTB Notícias 7/08/2020, 8:42


Imagem

A prefeita de Ipojuca (PE) Célia Sales (PTB) firmou, na quinta-feira (6), convênio com o Banco do Nordeste para facilitar crédito aos trabalhadores informais e microempreendedores do município. A assinatura da parceria entre a gestão municipal e a instituição bancária aconteceu na sede da Secretaria de Turismo, em Porto de Galinhas, e marcou a continuidade da atenção que a Prefeitura do Ipojuca tem dado aos profissionais desde a criação, de forma pioneira no estado, do Benefício Eventual Municipal (BEM) para cerca de 4 mil trabalhadores informais de turismo cadastrados na prefeitura.

“O ‘CrediAmigo’ faz parte de um conjunto de ações sociais do ‘Mandando BEM’ que, após a paralisação de diversos setores por conta da pandemia da Covid-19, ajudará na retomada econômica. Depois de quatro parcelas do BEM, nós fizemos esta articulação para que microempreendores do Ipojuca consigam crédito com mais facilidade e consigam voltar com suas empresas de forma mais tranquila”, afirmou a prefeita Célia Sales. Com o convênio será disponibilizado créditos para pessoas físicas ou jurídicas, que variam entre R$ 100 e R$ 21 mil, com juros de 0,99% até 2,4% ao mês.

Romero Sales Filho comemora conquista

O convênio alcançará artesãos, ambulantes, costureiras, manicures, entre outros, que terão, a partir de agora, em Ipojuca, equipes especializadas nas análises e concessões de créditos individuais ou coletivos. “Ipojuca, Porto de Galinhas, é uma vitrine e um berço do turismo em Pernambuco e a gente encontrou aqui uma base muito sólida de cadastro por causa da criação do BEM. Trabalhar com este nível de mapeamento será diferenciado e facilitará muito a nossa atuação”, disse Pedro Ermírio, superintendente do Banco do Nordeste em Pernambuco.

O deputado Romero Sales Filho (PTB-PE), que participou de toda a articulação até a formalização do convênio, comemorou a conquista de Ipojuca e ressaltou que “a gestão tem feito a diferença na vida dos que mais precisam desde que a Covid tirou deles a possibilidade de sustento”.

Com informações da Prefeitura de Ipojuca