Prefeita Célia Sales visita Central Integrada de Defesa Social de Ipojuca

PTB Notícias 13/03/2020, 8:11


Imagem Crédito: Marly Ribeiro/PMI

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1584097451159{margin-bottom: 0px !important;}”]Na terça-feira (10), a prefeita do Ipojuca (PE), Célia Sales (PTB), visitou a Central Integrada de Defesa Social do município. No espaço, guardas municipais e operadores visualizam, em tempo real, as imagens das 100 câmeras de monitoramento que estão espalhadas na cidade. Acompanhada dos secretários municipais de Defesa Social, Osvaldo Morais, de Comunicação, Puran Medeiros, e do comandante da Guarda Municipal do Ipojuca, Fernando Marques, a prefeita acompanhou o trabalho desenvolvido pela equipe.

Diversas ocorrências são identificadas na Central, garantindo uma resposta rápida às situações. São ações que vão além da identificação de casos de violência como o acompanhamento das áreas de barreira nos dias de chuva, o movimento nas praias e os casos de afogamento; incêndios na vegetação, atropelamentos, animais na pista, suspeitos de tráfico de drogas na frente das escolas, entre outros. Caso alguma atividade suspeita seja visualizada, a situação é comunicada ao supervisor do plantão, que aciona os órgãos necessários para intervir na ocorrência, a exemplo das equipes do Salvamar, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

“São investimentos como esse na área de segurança que nos garantiu uma redução de 50% nos índices de criminalidade no ano passado, sendo a maior redução entre os municípios da Região Metropolitana. Muito orgulhosa desse trabalho que estamos fazendo”, destacou Célia Sales. Na visita, a prefeita assistiu a ocorrências gravadas que foram flagradas e acompanhadas pela Central, como suspeitos de assaltos, tráfico de drogas e afogamentos, além da resposta dos órgãos devidos. A gestora também conheceu um trabalho que está sendo desenvolvido no local pela Secretaria Municipal de Defesa Social de reconhecimento facial. “Se algum criminoso aparecer nas nossas câmeras, o sistema irá alertar a equipe para que possamos acompanhar o suspeito”, disse o secretário Osvaldo Morais.

A Central funciona 24 horas todos os dias. Além dos operadores das câmeras, são 13 guardas municipais que atuam no espaço. Além da visualização das ocorrências que são feitas através das imagens dos monitores, as ocorrências também chegam por meio do aplicativo 153 Digital, telefone fixo, celular, WhatsApp, via rádio dos agentes em campo, entre outras formas de comunicação.

Com informações da Prefeitura de Ipojuca[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]