Chico Galindo autoriza taxistas a cobrarem bandeira 2 até Janeiro de 2012

PTB Notícias 5/12/2011, 17:00


Os taxistas de Cuiabá passam a cobrar, a partir desta segunda-feira (05-12), a bandeira 2 pelas corridas, durante qualquer horário do dia.

O benefício, que é válido até 05 de janeiro de 2012, representa para a classe um abono natalino.

Para regulamentar a cobrança, o prefeito de Cuiabá, Francisco Galindo, se reuniu com a classe nesta segunda-feira (05-12), para oficializar o Decreto nº 5.

103, publicado em 02 de dezembro de 2011, referente ao benefício.

Com a regulamentação, 604 táxis e mais de mil taxistas cadastrados em Cuiabá serão contemplados pelo Decreto.

Neste período, o quilômetro rodado terá um único valor, sendo o da bandeira 2 de R$ 3,50.

O quilômetro rodado da bandeira 1 custa R$ 2,50.

Vale lembrar que a saída do táxi em Cuiabá custa R$ 4,25.

Galindo destaca que esta regulamentação é tradicional, não só em Cuiabá, como em todo o País.

“Representa o 13º salário da classe.

Os taxistas são motoristas autônomos, não têm pagamento extra no fim de ano.

Sem dúvida, auxilia muito cada uma das famílias beneficiadas com o acréscimo da renda”, discorre.

“É uma forma de compensar o salário”, frisa o presidente do Sindicato dos Taxistas de Cuiabá (Sintac), Antônio Bodnar.

Há 20 anos na profissão, o taxista Edésio de Medeiros, disse que com o abono é possível ter um fim de ano menos tumultuado.

Ele, que ganha em média R$ 1.

500 por mês, em dezembro espera arrecadar até R$ 1.

900.

PedidosDurante o encontro, os taxistas aproveitaram para solicitar a Galindo agilidade em alguns pedidos da categoria.

Dentre eles, a aprovação do projeto de Lei para a emenda da Lei nº 5.

090/2008, que regulamenta os serviços de táxis em Cuiabá.

O intuito é inserir na legislação, artigo que disciplina a exploração de mídia nos táxis.

Segundo o presidente do Sintac, a veiculação de mídia nos táxis tem por intuito a geração de mais uma fonte de renda para a classe.

O prefeito garantiu que vai encaminhar esta semana o projeto de Lei a Câmara dos Vereadores, para ser votada ainda este ano.

Galindo destaca que a lei já foi aprovada em 1ª votação na Casa das Leis do Município.

Outra solicitação dos taxistas, acatada pelo prefeito de Cuiabá, é a implantação de coberturas em 21 pontos de táxis de Cuiabá, que ainda não dispõe da proteção.

Ao todo, a capital possui 75 pontos.

Galindo disse à classe que até o final do 1º semestre de 2012, os 21 pontos de táxis estarão cobertos.

QualificaçãoNa ocasião, o prefeito de Cuiabá aproveitou para ressaltar aos taxistas a importância dos profissionais se qualificarem, visando a Copa do Mundo de 2014.

Galindo até mesmo propôs a eles uma parceria com a Fundação Educacional de Cuiabá (FUNEC), órgão Municipal de ensino, para que recebam cursos de Inglês e Espanhol.

“É fundamental que os taxistas se capacitem para este grande evento que Cuiabá receberá.

Estamos à disposição da classe”, afirmou o prefeito.

Ivana Souza – Agência Trabalhista de Notícias, com informações da prefeitutra de Cuiabá.