Chico Galindo: “Estou focado em gestão e descarto fazer política”

PTB Notícias 6/01/2012, 7:54


Mesmo com a manifestação de apoio do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, à sua reeleição e a articulação do diretório municipal, que inclui este projeto no rol de prioridades, o prefeito de Cuiabá (MT), Chico Galindo (PTB), ainda descarta qualquer possibilidade de ser candidato na eleição de outubro em 2012.

“Já afirmei várias vezes e reafirmo novamente: não sou candidato à reeleição! Minha prioridade é concluir uma boa gestão em Cuiabá!”, afirmou Galindo, em entrevista ao Midianews.

Em certos momentos, ao ser questionado a respeito de ser candidato, Galindo expõe.

“Não sou candidato a prefeito de Cuiabá! Vocês deveriam até parar de me perguntar isso!”, disparou.

Galindo afirma que sua prioridade é administrar bem Cuiabá e deixar como legado uma melhor infraestrutura e área social.

“A Prefeitura têm R$ 50 milhões para investir em 2012 e estou avaliando cada contrato das secretárias para verificar se é vantajoso aos cofres públicos.

São mudanças internas que a sociedade ainda não percebeu.

Mas, vai perceber a partir deste ano, quando liberarmos investimentos no município”, disse.

O prefeito ressalta ainda que o saldo positivo nas contas se deve à sua postura corajosa de adotar medidas que, em um primeiro momento, soaram como impopulares, porém, segundo ele, o tempo mostrou serem necessárias para alcançar o equilíbrio financeiro.

“Precisamos demitir mais de 1 mil servidores terceirizados e comissionados e corrigir a planta genérica do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), para alcançar uma receita que gerasse investimentos.

Também aperfeiçoei o gasto público, onde cada secretário tem cota e não orçamento”.

Por conta disso, Galindo acredita que seu sucessor encontrará uma situação financeira mais vantajosa para financiar projetos.

“Se neste ano teremos R$ 50 milhões, em 2013 serão R$ 100 milhões ou até mais.

Estou preocupado com gestão e não política”, revelou.

Embora tenha aval da Câmara Municipal para contratar OS (Organizações Sociais) para terceirizar serviços nas áreas de Saúde, Educação e Cultura, Galindo afirmou que o município vai manter controle dos serviços básicos oferecidos à população.

A única parceria que está em fase de estudo envolve a Educação.

“Estamos avaliando uma parceria com o Instituto Ayrton Senna, que desenvolve um trabalho de motivação em escolas de período integral.

É uma metodologia pedagógica, que é adotada em várias instituições de ensino brasileiras e gera bons resultados porque amplia e melhora a educação.

Mas, não tem nada a ver com terceirização de serviço.

A educação vai permanecer sob o controle do município”, completou Galindo.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal Mídia News