Collor cobra posição de Vilela sobre melhoria do transporte coletivo

PTB Notícias 19/06/2013, 16:08


O senador Fernando Collor (PTB-AL) se posicionou na segunda-feira (17/6/2013), durante reunião com líderes classistas e dirigentes de movimentos comunitários, acerca das manifestações populares que ocupam as ruas das principais capitais brasileiras.

“É preciso entender que o protesto é legítimo, sobretudo quando se observa que a grande maioria se revolta contra a majoração da passagem de um transporte de péssima qualidade.

“Num momento em que o governo federal e vários estados já discutem formas de desonerar esse serviço essencial, Collor cobra do governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho, sua participação nesse debate: “o que ele propõe em relação ao sistema de transporte de massa, inclusive intermunicipal?”.

Ao defender o direito constitucional de a população expressar seu pensamento e se manifestar publicamente, Fernando Collor elogiou a posição da presidenta Dilma Rousseff de considerar legítimo o movimento.

“Excetuando alguns radicais, a imensa maioria da juventude que está ocupando as ruas possui uma motivação justa, que precisa ser observada pela classe política brasileira e pelos gestores públicos.

” O senador entende que é preciso responder aos desafios, sobretudo aqueles que estão com a caneta na mão e receberam a delegação de decidir.

Collor lembrou, inclusive, que o governo federal já publicou, no final de maio último, uma medida provisória pela qual desonera o PIS/COFINS que incide sobre a receita decorrente de serviços de transporte público.

“Pelo que vejo, o governo federal está buscando formas de contribuir e alguns estados já admitem, por exemplo, a eliminação do ICMS sobre o diesel, que é um insumo que também pesa na composição da tarifa e, consequentemente, incide sobre a passagem que o povo paga.

E o governador de Alagoas, o que está fazendo, o que propõe? O usuário de ônibus em nossa terra espera por respostas”, cobrou.

Sobre a possível desoneração de ISS, que é papel inerente ao município, Collor disse ter conhecimento de que o prefeito Rui Palmeira já realiza estudos internos acerca desse assunto.

“Mas a deficiência, a má qualidade do sistema de transporte é um nó que transcende a capacidade de ação do município, para envolver todas as esferas de poder.

A sociedade aguarda, ansiosa, por uma participação concreta do estado”.

O senador informou, ainda, que o Ministério da Fazenda já desenvolveu estudos acerca da desoneração do transporte público.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações do site do senador Fernando Collor (PTB-AL)Foto: Moreira Mariz/Agência Senado