Collor: “Com a recondução de Roberto, o PTB jamais será de segunda linha”

PTB Notícias 7/03/2009, 20:30


Conciliar para convergir.

Esta foi a tônica do discurso do senador Fernando Collor, presidente do Diretório Estadual de Alagoas, durante a Convenção Nacional do PTB, realizada neste sábado (07/3) no Hotel Nacional, em Brasília.

Segundo o senador petebista, o PTB vem crescendo em todos os estados do Brasil graças à atuação de seu presidente, Roberto Jefferson, em buscar a convergência de interesses em prol do partido.

“O PTB, sob a presidência de Roberto Jefferson, dá um exemplo de altruísmo, de como as relações políticas devem ser construídas neste país, acima de interesses e desavenças pessoais, mas colocando acima de tudo o objetivo maior do PTB que é de servir à nossa pátria, recobrando os grandes momentos vividos por esta legenda fundada em 1945, que teve meu avô Lindolfo Collor como uma de seus fundadores, e o grande presidente Getúlio Vargas como o seu patrono”, disse Collor.

Segundo o senador alagoano, seguindo o caminho da convergência o partido conseguirá avançar como partido político, buscando principalmente a conciliação dos objetivos.

Para Fernando Collor, o objetivo maior de um partido político deve ser almejar alcançar o poder, para poder colocar os instrumentos da administração a serviço dos compromissos assumidos com a população brasileira.

“O PTB tem grande responsabilidade, e não voltará mais, a partir desta recondução de Roberto Jefferson à sua presidência, a ser tratado como uma legenda menor, como uma legenda de segunda linha, como querem aqueles que são filiados às grandes legendas e que querem estabelecer a ditadura da maioria, seja no Congresso, seja nas assembléias legislativas ou nas câmaras municipais.

Não é com palavras impensadas e sobretudo com expressões que nós repelimos, que esses partidos majoritários vão conseguir conciliar a base de sustentação do governo federal nas casas legislativas, nem trazer aqueles que fazem parte da oposição para um debate sério e conseqüente.

O PTB jamais será um partido de segunda linha.

O PTB hoje, no Senado Federal, é vanguarda da política dos partidos no País”, afirmou o senador Fernando Collor.

Para o senador petebista, o PTB teve a coragem, durante a votação na Comissão de Infraestrutura, de se insurgir contra os mecanismos utilizados pelos maiores partidos, que, segundo ele, querem impor a sua vontade ditatorial tanto no Senado como na Câmara.

Collor relembrou as tentativas do PT de tentar desmoralizar a candidatura do PTB, com a utilização do argumento de que eles teriam direito à vaga pelo princípio da proporcionalidade.

O senador alagoano afirmou que o próprio PT desrespeitou este mesmo princípio, ao lançar candidato à presidente do Senado contra José Sarney.

“Aproveito o exemplo da união do partido, e que possibilitou minha vitória na Comissão de Infraestrutura, para dizer que o momento é de demonstrar que queremos unir nossos esforços em prol do crescimento do PTB.

Quero aproveitar para homenagear dois dos homens que estiveram juntos comigo até o fim durante o doloroso processo de impeachment pelo qual passei: Roberto Jefferson e Nelson Marquezelli”, disse Collor.

O presidente do Diretório Estadual de Alagoas destacou que foi convidado pelo senador José Sarney para fazer parte da comissão que vai tratar da reforma política no Congresso.

Segundo Collor, a comissão será composta por cinco senadores e cinco deputados, e terá prazo de até 60 dias para apreciar todas as emendas e projetos que tramitam nas duas casas sobre o tema.

A partir desta análise, a comissão irá buscar um resumo do pensamento geral dos parlamentares para tentar aprimorar a legislação que rege o funcionamento dos partidos políticos.

“Vou representar nesta comissão o pensamento do PTB.

Estou inteiramente a dispor do partido para podermos sentar e ouvir cada um dos diretórios, e com isso retirarmos um pensamento, uma média do que deseja e o que quer as nossas representações estaduais e municipais, para que possamos defende-las com vistas a fortalecer o Partido Trabalhista Brasileiro”, afirmou Collor.

Ao final de seu discurso, o senador Fernando Collor agradeceu a todos que se empenharam em sua conquista è frente da Comissão de Infraestrutura, e fez uma especial saudação ao Presidente Nacional do PTB, Roberto Jefferson, por sua reeleição para mais três anos à frente do partido.

“Roberto, desejo que você seja feliz neste seu novo mandato.

Assumo aqui o compromisso de trabalhar, no Senado e na Câmara, para que seja acelerada a tramitação do projeto que garantirá o seu direito legítimo de poder ser julgado pelas urnas pelo povo que sempre o elegeu.

Tenho certeza, meu caro Presidente, que você reconquistará o seu mandato de deputado federal em 2010″, finalizou o senador Fernando Collor.

Agência Trabalhista de Notícias