Collor defende criação de órgão de planejamento de infraestrutura

PTB Notícias 5/03/2010, 14:40


Durante a reunião ordinária da Comissão de Infraestrutura do Senado, realizada na manhã desta quinta-feira (4/3), o senador Fernando Collor (PTB-AL), presidente da CI, fez questão de ressaltar notícia veiculada pela imprensa durante o último final de semana, dando conta da criação de um órgão responsável pelo planejamento da infraestrutura do País.

Collor comemorou a decisão do Governo Federal levando o assunto ao debate na CI.

“Fiz questão de trazer esse tema ao conhecimento de todos, uma vez que ele converge exatamente para alguns dos gargalos da infraestrutura que esta Comissão tem identificado ao longo das audiências públicas que realizamos”, disse.

O presidente da CI destacou ainda que o assunto está diretamente relacionado ao debate que a Comissão deu início este ano com o novo ciclo de painéis da Agenda 2009-2015, iniciado segunda passada (1/3) e que trata da demanda quanto à formação e qualificação de recursos humanos.

Na avaliação do senador Fernando Collor, a criação desta central de projetos do governo, além de solucionar um dos problemas crônicos da infraestrutura – que é a baixa qualidade e ausência de detalhamento dos projetos –, promoverá uma valorização do setor tecnológico e de seus cursos de formação, bem como da própria carreira das áreas da engenharia e arquitetura.

Ele entende que o modelo de centralização em único órgão técnico especializado para elaboração de projetos, permitirá um melhor controle e fiscalização da qualidade e da execução das obras, ainda que esta fique a cargo de outros ministérios e órgãos do governo.

Collor disse que a infraestrutura é um setor estratégico para qualquer programa de governo e projeto de nação que tenham, entre suas metas prioritárias, o efetivo desenvolvimento sócio-econômico.

No entanto, o Presidente da CI acredita que o novo órgão somente será bem atendido quanto ao seu quadro técnico na medida em que o governo lhe dotar de carreiras e salários condizentes com o nível de conhecimento e qualificação que esses profissionais detêm e merecem.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações da Gazeta Web)