Collor e Célia Rocha buscam recursos para projetos no Agreste de Alagoas

PTB Notícias 4/10/2013, 15:34


Numa audiência com a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, em Brasília, o senador Fernando Collor (PTB) e a prefeita de Arapiraca (AL), Célia Rocha (PTB), discutiram a viabilização de projetos de interesse da cidade e dos municípios do Agreste alagoano, que aguardam apreciação nos ministérios do governo federal.

Eles também defenderam a liberação de emendas que foram aprovadas junto com o Orçamento da União, beneficiando a região.

O encontro deixou a prefeita Célia Rocha animada.

Segundo ela, a ministra se comprometeu com o senador em dar respostas às demandas encaminhadas.

Um desses projetos é a ampliação da urbanização do Lago da Perucaba, que se encontra em exame na assessoria técnica do Ministério do Planejamento.

O projeto, elaborado pela equipe da prefeitura de Arapiraca, foi apresentado em junho passado, ao governo federal, numa audiência com a ministra Miriam Belchior (Planejamento), também articulada por Collor.

Trata-se de uma grande obra estruturante, inclusive viária, no entorno do Lago da Perucaba, transformando o local numa ampla área de lazer e convivência para a população e criando alternativas para melhorar o trânsito da cidade.

“Esta é uma das iniciativas mais importantes de Alagoas, porque reúne em um só projeto a melhoria da mobilidade urbana, equipamentos de instrução e lazer, além da questão ambiental, com saneamento e a preservação do Lago da Perucaba”, afirmou o senador, que vem defendendo a aprovação do projeto desde o início.

“Foi ele quem articulou todo o encaminhamento Brasília, e tem sido um grande parceiro no acompanhamento”, destacou a prefeita Célia Rocha, que participou da audiência com a ministra Ideli Salvatti, acompanhada da secretária municipal de Planejamento e Desenvolvimento Urbano de Arapiraca, Maria Edina.

Monumentos de féDurante a audiência, em que foi acompanhado, também, pela sua suplente, Ada Mello, o senador Fernando Collor aproveitou para encaminhar à ministra Ideli Salvati um pleito da arquidiocese de Maceió: que sejam movidas ações para a liberação de recursos federais, através do Ministério da Cultura (via Iphan), para restaurar a igreja de Nossa Senhora do Ó, em Ipioca, e a Igreja dos Martírios, no centro de Maceió, ambas peças importantes do patrimônio histórico da capital.

“A Igreja de Nossa Senhora do Ó é um patrimônio de quase 300 anos, que está fechado e pede socorro para ser recuperado”, disse Ada Mello.

O projeto de restauração, segundo ela, custa R$ 1,8 milhão.

Já o projeto de recuperação da Igreja dos Martírios está orçado em R$ 4 milhões.

Os projetos das duas igrejas foram elaborados pela Secretaria de Planejamento do município de Maceió, com participação do Iphan.

As obras deverão ser realizadas pela prefeitura da capital, que já se comprometeu em garantir a contrapartida.

A ministra garantiu que vai somar esforços pela viabilização dos projetos.

“Estamos trabalhando para garantir esses investimentos do governo federal em dois monumentos históricos, que são referências de fé e patrimônios do povo alagoano”, disse o senador Collor.

Ele também já garantiu recursos para a recuperação da Catedral Metropolitana de Maceió – obra já concluída – e para a recuperação da Igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens, no município de Coqueiro Seco, cuja obra, a ser executada pelo governo do Estado, ainda não foi iniciada.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Gazetaweb.

comFoto: Assessoria