Comissão para investigar pedágios presidida por petebista encerra 1ª fase

PTB Notícias 29/10/2007, 13:32


A Comissão Especial de Investigação do Pedágio da Assembléia Legislativado Paraná, presidida pelo deputado estadual petebista Fabio Camargo, encerra na próxima semana a fase de audiências ouvindo representantes do governo e das concessionárias.

Os deputados vão enviar convites ao secretário estadual de Transportes, Rogério Tizzot, e o presidente da ABCR no Paraná, João Chiminazzo Neto, para participar de sessões nas próximas terça e quinta-feira.

De acordo com o deputado Fabio Camargo, as audiências realizadas até agora foram com o objetivo de levantar subsídios técnicos e legais para propor uma redução nas tarifas.

“Foram depoimentos técnicos, que explicaram desde os estudos para a implantação do pedágio até os efeitos que as tarifas vêm causando na economia paranaense”, explica o presidente da Comissão.

ComparativoNo depoimento da última quinta-feira, o professor Belmiro Castor, apresentou o estudo feito para a Federação das Transportadoras do Paraná (Fetranspar).

O estudo mostra a necessidade das concessões e o impacto que tem sobre a economia.

Durante a reunião, Belmiro Castor, lembrou os diferentes cenários em que as condições em que foram assinadas as primeiras concessões e as últimas (que apresentaram valores de tarifas muito menores).

“Temos que levar em conta que a Taxa Selic, por exemplo, em 97, era superior a 24%, portanto, a Taxa de Retorno (uma espécie de lucro das concessionárias) poderia ser em torno de 20% porque era compatível com o mercado da época.

Hoje, a Taxa Selic está em torno de 11%, e a taxa de retorno pode ser menor, em torno de 10%”, explicou.

No entender tanto de Belmiro Castor, quanto do relator da CEI, deputado Plauto Miró (DEM), é que o momento é propício para uma negociação.

E que se concessionárias e governo realmente tiverem a disposição de negociar é possível chegar a um valor mais baixo para as tarifas.

fonte: site da Assembléia Legislativa do Paraná