Conscientização sobre o lixo prossegue no Curió-Utinga em Belém

PTB Notícias 26/01/2011, 16:09


A campanha contra o lixo e a dengue deslanchada pela Prefeitura de Belém, administrada pelo prefeito Duciomar Costa (PTB-PA) está alcançando cada vez mais residências na capital.

Os trabalhos de conscientização ambiental da população continuaram nesta última terça-feira, 25/01/2011, no bairro Curió-Utinga, onde pelo menos 700 casas já receberam a visita das equipes de educadores, desde a semana passada.

A meta, até a próxima semana, é visitar todas as 5 mil casas do local, que concentra grande parte dos focos da dengue e do acúmulo de lixo na cidade.

A ação é coordenada pelo programa AmaBelém, ligado ao gabinete do prefeito Duciomar Costa, e leva informação sobre a coleta de lixo domiciliar e a coleta seletiva de entulho aos moradores.

Cada residência recebe um folder explicativo sobre o lixo e um adesivo com os horários e dias da coleta no local.

De acordo com Áurea Queiroz, coordenadora da ação, os moradores são conscientizados de que o lixo é responsabilidade de cada um e que é preciso respeitar a coleta realizada pela Prefeitura.

Ainda segundo a coordenadora, haverá uma fiscalização e os moradores que não respeitarem os horários e os dias do serviço receberam uma notificação, podendo ser multados caso sejam reincidentes.

“É importante deixar claro para a população que esta medida é para o bem-estar de todos, que se beneficiarão com a cidade mais limpa, sem alagamentos provocados pelo lixo e livre de focos da dengue”, explica Áurea.

A dona de casa Sandra Alves já recebeu a orientação dos educadores em casa e diz que está fazendo a sua parte.

“Muita gente não respeita a coleta de lixo, mas com essa medida as coisas vão ser diferentes.

Nós temos que ser parceiros da Prefeitura e ajudar a deixar a cidade limpa”, afirma Sandra, que aprovou a campanha que está sendo desenvolvida.

Assim como a dona de casa, o auxiliar de serviços portuários Onivaldo Ferreira também aprova o trabalho que é realizado pela Prefeitura por meio da campanha.

“Eu sabia, mas muitos na minha rua não sabiam o dia e os horários da coleta de lixo.

Agora, com a orientação que estamos recebendo, vai ficar mais fácil para nós cuidarmos do lixo”, ressalta o morador.

O acúmulo de lixo nas ruas, além de deixar a cidade suja, pode gerar criadouros para o mosquito transmissor da dengue.

Por isso, a campanha também conta com as ações das secretarias municipais de Saneamento, responsável pela limpeza dos canais e coleta do lixo e entulho, e de Saúde, responsável pela identificação dos focos da dengue.

O trabalho de educação ambiental do Programa AmaBelém deve seguir nas próximas semanas para os bairros do Marco e Terra Firme, onde também existe um alto índice de focos da dengue e transbordo de lixo nos canais, apesar de a limpeza e a coleta serem feitas regularmente pela Sesan.

Agência Trabalhista de Notícias, (IS) com Informações da Prefeitura de Belém