Crippa cobra instalação de vídeomonitoramento em escolas de Catanduva

PTB Notícias 3/04/2013, 7:28


O presidente da Câmara Municipal de Catanduva (SP), vereador Marcos Crippa (PTB), encaminhou requerimento ao Executivo no qual cobra a instalação de vídeomonitoramento nas escolas municipais, principalmente nos portões de acesso às instituições de ensino.

Por meio do requerimento, Crippa questiona Geraldo Vinholi (PSDB) sobre colocar em prática a Lei 5.

235, de 12 de setembro de 2011, que autoriza a prefeitura a manter o sistema de segurança no ambiente escolar.

E pede ainda informações de quantas escolas já mantêm o sistema em funcionamento, caso tenha sido implantado em algumas delas.

Segundo Crippa, a justificativa para que as câmeras sejam instaladas é a de que o monitoramento é mais uma forma de combater a criminalidade, além de promover maior segurança aos alunos, professores e deixar os pais dos estudantes mais tranquilos.

A Lei na qual Crippa se refere no requerimento é de autoria do próprio vereador, sancionada pelo então prefeito Afonso Macchione Neto.

Na Legislação vigente, a prefeitura fica autorizada a instalar no portão das escolas municipais o “kit porteiro”, com fechadura eletrônica e a câmera de monitoramento para a visualização de quem entra e sai da escola.

Ainda conforme a lei, as imagens ficam gravadas e são de responsabilidade dos diretores de cada instituição de ensino.

As imagens deverão ser guardadas por pelo menos cinco anos.

Na exposição de motivos do projeto elaborado por Crippa em 2011, o chefe do Legislativo informa que por um aparelho televisor, um funcionário da escola poderá visualizar quem está na porta da escola e liberar a entrada, por meio da fechadura eletrônico.

“Além de maior segurança, o monitoramento em frente às escolas proporciona as imagens do lado de fora da instituição e essas imagens poderão servir como recurso para processos investigativos e na captura de infratores, afastando-os das escolas”, comenta.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal O Regional