Crippa elabora projeto para maior segurança em correspondentes bancários

PTB Notícias 25/11/2013, 6:26


Preocupado com ataques a caixas automáticos, sobretudo com uso de armas e bombas por bandidos, o presidente da Câmara Municipal de Catanduva (SP), vereador Marcos Crippa (PTB), elaborou um projeto de lei que obriga as instituições financeiras da cidade a implantar e manter sistema de vigilância em estabelecimentos que funcionam como correspondentes ou possuam caixas automáticos.

O vereador lembrou que somente neste mês dois equipamentos foram alvos de explosões: um no pátio de um posto de combustível da rua 15 de Novembro e outro que ficava dentro da unidade da empresa Citrosuco.

O segundo foi no dia 16 último.

O objetivo de Marcos Crippa é definir e exigir medidas de segurança de forma a garantir mais proteção às famílias catanduvenses.

Atualmente, na visão dele, os clientes estão expostos a riscos de assaltos e sequestros relâmpagos.

“Quadrilhas fortemente armadas estão vindo para nossa região para praticar assaltos a caixas eletrônicos e esse projeto visa inibi-los”, afirma.

Com base no texto da nova lei, se aprovado pelos vereadores e sancionado pelo prefeito, as instituições financeiras terão que instalar câmeras para captação e gravação de imagens da área externa e manter vigilante durante o horário de atendimento ao público.

Em caso de descumprimento, está prevista advertência ao infrator e multas de até R$ 100 mil.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal O Regional