Cristiane Brasil apela por apoio às candidaturas femininas

PTB Notícias 4/02/2014, 18:35


A presidente nacional do PTB Mulher, Cristiane Brasil, fez um alerta, nesta terça-feira (4/2/2014), aos presidentes de diretórios estaduais e municipais do partido, para a necessidade de se cumprir a Lei 12.

034/2009, que prevê o preenchimento por mulheres de pelo menos 30% das candidaturas nas eleições proporcionais.

Como lembrou Cristiane, apesar de as mulheres constituírem 52% do eleitorado do País, somente 9% são eleitas, e se não houvesse a determinação da Justiça Eleitoral de fixar em 30% a quantidade mínima de candidatas femininas, este número poderia ser ainda menor.

“O nível de eleição de mulheres no nosso País é inferior a de outros países onde os direitos políticos para as mulheres foram conquistados bem depois do Brasil.

Esta é uma realidade que só será modificada quando os partidos políticos respeitarem de verdade essa regra, consolidando as candidaturas femininas.

O PTB é uma agremiação que tem como diretriz estimular que as mulheres se engajem politicamente e que participem efetivamente das campanhas eleitorais.

Nós, do PTB, acreditamos que é preciso até mais.

É preciso ir além do que diz a legislação, e buscar aumentar ainda mais o percentual de candidaturas das mulheres como forma de diminuir o desequilíbrio entre o contingente populacional feminino e a representatividade das mulheres nos parlamentos”, disse Cristiane.

Para a presidente do PTB Mulher, os dirigentes do partido precisam estar atentos ao fato de que não apenas o percentual de 30% de candidaturas de mulheres tem que ser respeitado, mas também é preciso garantir que elas terão espaço correspondente nas propagandas partidárias.

Cristiane Brasil salientou que a norma da Justiça Eleitoral obriga a destinação de no mínimo 10% do tempo de propaganda partidária para as candidaturas femininas, e a alocação de 5% dos recursos do fundo partidário para a formação política e o incentivo à participação das mulheres.

“Para mim, a política sempre foi e sempre será a maior, a mais importante e eficiente ferramenta de transformação social.

Tudo que podemos fazer pelo povo do Brasil, nós conseguimos fazer pela política, e temos a satisfação de ver como podemos modificar a vida das pessoas.

Essa é a mensagem que procuramos transmitir para as mulheres petebistas.

Lugar de mulher é no poder, para poder mudar a vida das pessoas.

E para que essa realidade se imponha, para que cada vez mais as mulheres alcancem os postos mais altos da política nacional, precisamos que os presidentes de diretórios cumpram o que diz a lei e franqueiem os espaços e recursos que nós mulheres precisamos para sermos ouvidas.

O PTB é um partido que defende a igualdade entre homens e mulheres, mas para isso, é preciso que também dentro do partido as mulheres estejam presentes nos cargos de direção.

Não queremos que as mulheres sejam apenas enfeite, mas que tenham voz e que decidam os destinos da nossa agremiação.

Tenho certeza que os nossos presidentes estaduais e municipais respeitarão a legislação e, mais que isso, mobilizarão as mulheres em seus estados e municípios para participarem efetivamente da campanha eleitoral deste ano”, afirmou Cristiane Brasil.

Agência Trabalhista de Notícias (ELM)Foto: J.

R Neto