Cristiane Brasil inaugura primeira Academia da Terceira Idade no Rio

PTB Notícias 25/06/2009, 12:39


A Secretaria Especial de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida da Prefeitura do Rio de Janeiro inaugurou, nesta quarta-feira (24/06), a primeira Academia da Terceira Idade (ATI) que funcionará no pátio externo do Posto de Saúde Aloysio Amâncio da Silva (Estrada dos Palmares, s/n), em Santa Cruz.

A iniciativa é uma parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil (SMSDC).

A academia será usada em ações de aprimoramento das condições físicas ou de reabilitação dos pacientes que estiverem em tratamento em algum dos diversos programa de saúde da unidade.

Os usuários serão encaminhados pelos médicos e serão supervisionados por um professor de educação física e um auxiliar de enfermagem durante o tratamento.

Funcionários também poderão praticar atividades físicas na ATI.

Esta é a primeira de uma série de 10 ATIs que serão instaladas em postos e clínicas por toda a cidade.

Outras quatro já estão sendo implantadas nas seguintes unidades: Posto de Saúde Mário Rodrigues Cid, em Campo Grande; Policlínica Manoel Guilheme da Silveira Filho, em Bangu; Centro Municipal de Saúde Harvey Ribeiro de Souza Filho, no Recreio dos Bandeirantes; e Policlínica Rodolpho Rocco, em Del Castilho.

A SESQV também instalará 50 ATIs em espaços púbicos do município, para uso da população, em geral.

“Este projeto é revolucionário para a cidade do Rio de Janeiro.

Estamos dando um passo à frente no que se refere à prevenção e à manutenção da saúde da população.

No Rio, os idosos chegam a 14% da população.

Se levarmos em consideração somente Copacabana essa proporção chega a 30%.

O Brasl, devido aos avanços tecnológicos, está envelhecendo.

E a nossa cidade, por ser a capital nacional da terceira idade, deve ser o norte desta verdadeira revolução dos idosos que está em andamento”, analisa a secretária de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, Cristiane Brasil.

Todas as ATIs serão equipadas com dez aparelhos, que visam à melhoria da capacidade muscular e aeróbia de seus usuários.

Os exercícios são de fácil execução e podem ser praticados por diferentes faixas etárias e por grupos especiais como, hipertensos, diabéticos, entre outros.

fonte: Assessoria de Imprensa da Secretaria Especial de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida da Prefeitura do Rio de Janeiro