Cristiane Brasil quer investigação sobre tráfico de influência de Lula

PTB Notícias 1/09/2015, 18:23


Provocou reação entre os deputados da CPI do BNDES os documentos divulgados no domingo (30/8/2015) pela revista “Época” que demonstram que o ex-presidente Lula teria usado sua influência para fazer “lobby” e favorecer a Odebrecht em obras realizadas em Cuba.

A deputada Cristiane Brasil (RJ), presidente nacional do PTB e sub-relatora da CPI para investigar contratos do banco no exterior, afirmou que a reportagem reforça a necessidade de a comissão levantar informações sobre as suspeitas de tráfico de influência do ex-presidente Lula em favor de empreiteiras privilegiadas pelos governos do PT.

Cristiane Brasil informou neste final de semana que pedirá que a Comissão Parlamentar de Inquérito ouça as autoridades mencionadas pela revista “Época” no caso envolvendo o porto de Mariel, entre as quais o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu.

“Tudo indica que não por acaso são as mesmas empresas envolvidas até o pescoço no escândalo da Lava-Jato”, afirmou a deputada.

“Parece-nos que foi rompido o tênue limite que separa os interesses estratégicos que envolvem o Estado brasileiro com os interesses de empresas, assim como os do próprio ex-presidente”, completou.

Cristiane Brasil também defende investigar a estrutura existente da Odebrecht em Cuba na época em que ocorreu embarque de armas pelos cubanos com destino à Coreia do Norte, conforme relatado pela revista “Época”.

“É preciso saber por que o embarque ilegal feito no porto em obras não foi relatado às autoridades brasileiras”, afirmou a deputada, que pretende convocar também o ex-embaixador do Brasil em Cuba Cesario Melantonio Neto, e os ministros da Câmara de Comércio Exterior (Camex) que aprovaram, em 2011, financiamento do BNDES para obras do Porto de Mariel.

Além disso, a trabalhista informou que pedirá ao Instituto Lula e à Odebrecht para enviar à CPI comprovantes de depósitos bancários feitos ao ex-presidente Lula por palestras realizadas.

Ao Itamaraty, Cristiane pretende pedir os telegramas referentes à viagem de Lula a Cuba.

Ela quer também os relatórios das visitas técnicas feitas a 17 obras tocadas por empreiteiras brasileiras em Cuba.

Agência Trabalhista de Notícias (ELM)Foto: J.

R Neto