Cristiane Brasil vai ao STF para garantir instalação da CPI da UNE

PTB Notícias 5/07/2016, 22:28


Imagem Crédito: Neto Sousa

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1467769065350{margin-bottom: 0px !important;}”]A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) lidera nesta quarta-feira (6) um grupo de parlamentares que vai entrar no Supremo Tribunal Federal (STF) com um mandado de segurança para garantir que a CPI da UNE seja instalada na Câmara dos Deputados.

Os parlamentares decidiram recorrer ao Supremo depois que o presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), afirmou à imprensa que não instalaria a CPI, cuja criação foi aprovada na Casa em maio deste ano. Os deputados signatários do documento se reúnem nesta quarta às 9h30 na chapelaria da Câmara para, juntos, darem entrada no mandado de segurança.

Ao todo, 12 deputados que compõem a lista de integrantes da futura CPI assinaram o documento.

“A sociedade tem o direito de cobrar transparência na gestão dessa instituição por tudo que a UNE representa para a história do Brasil. O Brasil vive um momento de exigência por transparência. É o exercício das instituições democráticas que deve ser garantido”, afirmou Cristiane.

Segundo a parlamentar, os deputados não devem permanecer impassíveis frente às arbitrariedades de Waldir Maranhão: “Ele deve representar os seus pares. Não pode tomar decisões unilaterais que desrespeitam as regras da Câmara”.

Com informações da assessoria da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ)[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]