Cunha volta a cobrar cumprimento da Lei Orgânica do Município de Belém

PTB Notícias 20/08/2013, 7:38


O vereador Victor Cunha (PTB) voltou a cobrar, na segunda-feira (19/8/2013), da Prefeitura de Belém (PA) que cumpra o que determina a Lei Orgânica do Município de Belém (LOMB) no que se refere à administração do passe livre.

O parlamentar ratificou suas denúncias de sonegação do ISS pelo Setransbel e a “incompetência da Amub” para administrar o trânsito da capital paraense.

Cunha assegurou que a falta de competência da atual superintendente da Amub é a maior responsável pelo caos que vive o órgão e pelas falcatruas que se registram no setor.

Afirmou que “enquanto não for combatida a corrupção que grassa no trânsito em Belém, quem continua sofrendo é a população”.

O edil cobrou uma posição da Mesa da Câmara, “que nada fez” para que a comissão criada para analisar as planilhas, integrada pelo Ministério Público, Amub, Detran e outros órgãos, tivesse a participação de vereador ou vereadores.

“Nem mesmo eu que fui o primeiro a denunciar as falcatruas fui convidado”, lamentou Victor Cunha.

O petebista revelou que encaminhou ao procurador do Ministério Público Marco Antônio das Neves todos os seus estudos sobre o assunto, inclusive análise completa da planilha de custos das tarifas, passe livre e comprovação da sonegação praticada pelo Setransbel.

No documento, Victor Cunha também lamenta não ter sido convidado para integrar a comissão criada pelo MP.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal da Câmara Municipal de Belém