CUT se reúne com Armando Monteiro para discutir questões trabalhistas

PTB Notícias 9/05/2011, 11:28


A Diretoria Executiva da Centra Única dos Trabalhadores (CUT-PE) recebe nesta segunda-feira (9/05/2011), o senador Armando Monteiro Neto (PTB- PE) para discutir uma série de assuntos que fazem parte da pauta da classe trabalhadora no Congresso Nacional.

O encontro será às 15h, na sede da CUT, em Santo Amaro/Recife.

Segundo o presidente da Central, Sérgio Goiana, é preciso ampliar as discussões, buscar o diálogo e avançar na perspectiva de mudanças na política econômica; redução da jornada, sem redução de salário; fim do fator previdenciário; valorização das aposentadorias; combate às demissões sem justa causa e o fim do imposto sindical.

“O objetivo é colocar em evidência a pauta da classe trabalhadora, como por exemplo: o aumento do crédito, o fortalecimento das políticas públicas, entre outras medidas que fazem a economia crescer, alavancando salários e empregos”, afirmou Goiana.

Ele ressaltou que, desde de sua fundação, a CUT defende a mobilização, a organização e a negociação como prioridades de transformação social.

” Somente através da luta, da mobilização, que mudamos a realidade, garantindo melhorias nas condições de trabalho e salários dignos”, acrescentou.

Valorização do Trabalho – O presidente da CUT, Sérgio Goiana, lembrou que no dia 23 de março passado, lideranças cutistas de todo o Brasil tomaram o Congresso Nacional e levaram aos parlamentares as propostas da Central para garantir o desenvolvimento com valorização do trabalho.

No documento específico com a pauta do setor público, a CUT condena o corte de R$ 52 bilhões no Orçamento federal, “uma política destrutiva de enfraquecimento do Estado”, pois “aniquila qualquer possibilidade de melhoria em setores fundamentais para a população, como saúde, educação, infra-estrutura, entre tantos outros”.

A CUT também pediu o apoio dos parlamentares para a aprovação da PEC 555/06 – que elimina a cobrança de contribuição dos aposentados e pensionistas do serviço público; do PLP 554/10 e PLP 555/10 – que propõem aposentadoria sob condições especiais a servidores públicos que exerçam atividades de risco; da PEC 270/08 – que garante ao servidor aposentadoria integral, com paridade, por doença grave e/ou invalidez permanente e dos PLs 6.

613/09 e 6.

697/09 – que tratam da carreira do Judiciário e do Ministério Público.

Agência Trabalhista de Notícias (PB), com informações da Assessoria de Imprensa CUT-PE