Daniela Amorim propõe CPI para apurar degradação ambiental

PTB Notícias 30/08/2007, 10:50


A deputada estadual Daniela Amorim (PTB/RO) colocou em votação na Comissão de Meio Ambiente da Assembléia Legislativa de Rondônia a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a degradação ambiental que poderá ser provocada pela construção de um shopping em Porto Velho.

O empreendimento é da empresa ANCAR – Gestão Integrada de Shopping Centers, um consórcio que utiliza recursos do fundo de pensão de professores universitários de Quebec, no Canadá.

Por 4 votos unânimes, o pedido da CPI foi aprovado e será encaminhado à Mesa Diretora para providências.

Na última sexta-feira (24/08), os responsáveis pela ANCAR em Rondônia, convocados pela Comissão de Meio Ambiente, não compareceram a audiência e sequer enviaram ofícios para justificar as faltas.

O mesmo aconteceu com os secretários de Regularização Fundiária de Porto Velho, Fernando Kopanakis, e Meio Ambiente, Adeilson Gomes Trindade.

Um terceiro convidado, o secretário estadual do Meio Ambiente, Augustinho Pastore, não pôde comparecer porque estava em Vilhena.

O alvo da CPI é justamente as informações de Pastore, que encaminhou ofício junto com suas explicações à comissão permanente, que não batem com os pareceres do Ministério Público de Rondônia.

Enquanto o MP diz que o terreno onde querem construir o shopping dos canadenses é APP (Área de Proteção Permanente), o secretário estadual diz o contrário.

Para os parlamentares, a ausência dos secretários é vista como omissão de informações e falta de interesse em argumentar os questionamentos sobre o assunto.

Na próxima terça-feira (04/09), o pedido de Daniela, aprovado pela Comissão de Ambiente, será remetido ao presidente da Assembléia Legislativa, deputado Neodi Oliveira.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do Rondonotícias)