De volta ao páreo pela vice, Dinah Zecker critica ultimato do PSDB

PTB Notícias 27/06/2012, 6:32


Termina hoje (27/06) o prazo estipulado pelo PSDB para que o prefeito de Santo André (SP), Aidan Ravin (PTB), defina se indicará ou não um tucano como candidato a vice-prefeito.

A legenda deu um ultimato ao prefeito de Santo André após a demora do chefe do Executivo em definir o nome do vice.

A atual vice-prefeita, Dinah Zekcer (PTB), criticou a postura do PSDB.

“Isso não é uma forma de negociar politicamente.

Como você pode dar um ultimato para o prefeito? Nós realmente gostaríamos que o PSDB ficasse com a gente, mas impor do jeito que eles estão impondo fica um pouco difícil”, afirma a petebista.

Desde a semana retrasada, Dinah vem ganhando força no tabuleiro eleitoral para se manter como vice de Aidan.

O vazamento da informação sobre a indicação de Ricardo Torres e as articulações da vice-prefeita com o presidente estadual do PTB, Campos Machado, são alguns dos fatores que fortaleceram a petebista.

Outro fator positivo para Dinah é a decisão de Paulinho Serra de descartar ser candidato a prefeito – apesar dos apelos cada vez mais fortes de caciques tucanos para que ele mude de ideia.

A desistência de Paulinho fez diminuir a importância da aliança PTB-PSDB, já que um dos principais objetivos do prefeito ao firmar o acordo com os tucanos era justamente minar a candidatura própria de Paulinho.

Dinah acredita que o nome do vice somente será divulgado próximo à convenção do PTB, prevista para ocorrer no próximo sábado (30/06).

A vice-prefeita evitou apontar erros na articulação do prefeito de Santo André, apesar de partidos antes fechados com Aidan estarem dando sinais de que podem mudar de lado.

“Na politica é muito difícil você decidir antes, é sempre decidido na última hora, no último minuto, ao apagar das luzes.

Em São Paulo o Serra também não lançou vice”, lembra.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal Repórter Diário