Debate sobre combate às drogas é proposta de Luiz Marinho no MT

PTB Notícias 22/06/2011, 6:47


O debate contra as drogas foi tema de uma audiência pública realizada pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso, na tarde desta segunda-feira (20/06).

O evento serviu para buscar propostas e reuniu representantes de diversas entidades públicas e privadas.

A iniciativa do debate partiu do deputado Luiz Marinho (PTB), que aproveitou a deixa da “Semana Nacional Antidrogras”, para avançar nas discussões sobre o aumento do consumo do crack em Mato Grosso e as quais as ações políticas de prevenção, recuperação e combate às drogas.

“O objetivo é conscientizar os participantes sobre a necessidade de ampliação das ações públicas efetivas que combatam a disseminação das drogas entre os mais variados grupos sociais.

A participação da Assembleia é fundamental para tratar desse assunto que aflige e destrói famílias brasileiras”, explicou Marinho.

“A necessidade deste projeto é instituir o princípio familiar, que é o responsável para cuidar das relações familiares, ou seja, o Amor Exigente, em princípio fundamental com o vínculo de confiança entre os familiares “, relatou o Deputado Luiz Marinho.

Também foi discutido entre os participantes as substâncias que causam mudanças no estado de consciência, nas atividades do cérebro, nas percepções e nas emoções, como forma de ajuda e identificação do usuário.

“É importante que se saiba e entenda o que são drogas, para que sejam estabelecidas ações preventivas e para que seus usuários sejam ajudados”, disse o secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Paulo Lessa.

Tramita na Casa outra matéria de Luiz Marinho, com cunho social, e que visa o combate às drogas.

Trata-se do Projeto de Resolução 24/2011, criando a Frente Parlamentar Antidrogas em Mato Grosso.

Segundo Marinho, a proposta tem o objetivo de elaborar uma agenda legislativa que discuta amplamente a questão das drogas em todo o estado.

Para corroborar com Marinho, os deputados, José Domingos Fraga (DEM) e Sebastião Rezende (PR) assinaram juntos o Projeto de Lei 21/2011, que cria o Fundo Estadual Antidrogas de Mato Grosso – FEA/MT.

Consta ainda que o FEA aguarda ser sancionado pelo governador Silval Barbosa (PMDB).

O fundo ficará sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Justiça.

Tem o objetivo de captar e administrar os recursos financeiros destinados à prevenção, ao consumo, à repressão ao comércio e ao tratamento do dependente químico.

“Entendo que não haverá problema algum, pois o projeto depende apenas de ação governamental.

O pacto é bastante abrangente e esse fundo vai ajudar a combater o tráfico de drogas em Mato Grosso, com um fazendo a sua parte” afirmou Lessa, se referindo aos trabalhos desenvolvidos por segmentos públicos e privados.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal O Documento