Decepcionado, Prefeito Auricchio descarta empréstimos junto ao BNDES

PTB Notícias 9/06/2011, 7:08


O prefeito de São Caetano (SP), José Auricchio Júnior (PTB), descartou nesta quarta-feira (08/06) qualquer possibilidade de seu governo solicitar financiamentos junto ao BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Social).

O prefeito mostrou-se decepcionado com o posicionamento do banco que barrou um empréstimo de R$ 30 milhões para ampliar os complexos hospitalares Márcia e Maria Braido.

“A obra já iniciou com recursos próprios.

Tenho meu cronograma e ficará para o próximo gestor decidir se pedirá empréstimos”, afirmou.

Magoado, o prefeito afirmou que São Caetano não tem dívidas.

De acordo com ele, o único endividamento que existia referia-se à construção do terminal rodoviário na década de 80, mas já foi solucionado em 2009.

“O valor que pedíamos ao BNDES era ínfimo.

Não entendo a recusa por conta da burocracia do banco.

Nosso município tem capacidade de endividamento”, afirmou.

Auricchio disse que o BNDES deveria até mudar de nome.

“Acho que deveriam tirar o S do Social”, alfinetou o prefeito.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal ABCD Maior