Deley defende atuação de ex-jogadores como treinadores em projeto de reformulação da legislação do futebol

PTB Notícias 22/02/2017, 9:31


Imagem Crédito: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1487766403805{margin-bottom: 0px !important;}”]A comissão especial da Câmara dos Deputados que discute a reformulação da legislação do esporte retomará em 14 de março a discussão do anteprojeto que moderniza as leis de futebol

O texto do relator, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), foi apresentado no fim do ano passado e deveria ter sido votado na terça-feira (21), mas os deputados entraram em um acordo para adiar a votação.

Alguns parlamentares argumentaram que não estiveram presentes às reuniões do colegiado. Outros fizeram novas sugestões ao relator.

O deputado Deley (PTB-RJ) defendeu a atuação de ex-jogadores como treinadores, em contraposição a outros parlamentares que são a favor de que educadores físicos atuem como técnicos.

“Ninguém fala de ex-jogador, só do jogador que ganha muito”, observou Deley.

O anteprojeto apresentado por Rogério Marinho estabelece normas gerais sobre relações trabalhistas, regime de tributação e formação de atletas, entre outros pontos. É criada, por exemplo, uma terceira figura jurídica para os clubes, a sociedade anônima de futebol, com a possibilidade de abertura de capital em bolsas de valores para reforçar o caráter de clube-empresa.

Com informações da Agência Câmara Notícias[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]