Democracia perde muito com a morte de Eduardo Campos, diz Mozarildo

PTB Notícias 13/08/2014, 17:12


“É lógico que a democracia perde muito com o desaparecimento de Eduardo Campos, mas a família sofre a dor mais dura, a da perda do ente querido”, afirmou nesta quarta-feira (13/8/2014) o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) ao registrar pesar e solidarizar-se com a família do candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, falecido pela manhã em acidente aéreo em Santos (SP).

Para Mozarildo, o Brasil está precisando de alternância no poder e Campos era uma das opções nesse momento pelo qual passa o país.

“O Brasil está precisando, de fato, de alternância de poder; está precisando de outro olhar sobre questões como saúde, educação, segurança, enfim, tantos setores em que o ser humano em si não é levado em conta”, ressaltou o senador.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência SenadoFoto: Marcos Oliveira/Agência Senado