Deputada Célia Rocha alerta para a epidemia da obesidade mundial

PTB Notícias 17/06/2011, 9:58


A deputada Célia Rocha, do Estado de Alagoas, em seu discurso no plenário na última quinta-feira (16/06/2011), alertou sobre o problema da obesidade em países desenvolvidos e que segundo a Organização Mundial de Saúde — OMS é classificada como epidemia global.

Dados do Censo 2010 e da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia estima-se que mais de 90 milhões dos brasileiros estão com sobrepeso; ou seja, mais de 50% da população, dos quais 30 milhões já são portadores da obesidade.

Célia Rocha ressaltou a tecnologia como uma das principais causas da epidemia : “os avanços tecnológicos nos poupam até mesmo de levantar do sofá para ligar ou desligar a tevê.

A refeição pronta está a um clique do computador ou a um pedido formulado ao telefone.

O carro nos leva à cidade, o elevador nos leva a andares mais altos, os shoppings oferecem do botão ao fogão.

E estamos todos, desde a mais tenra infância, inclinados a um ritmo de vida sedentária e à ingestão calórica superior ao gasto energético diário”, afirmou CéliaA petebista analisou que em décadas atrás os hábitos e costumes eram diferentes e ressaltou os agravantes do sedentarismo: “diferente de poucas décadas atrás, quando jogavam bola na rua, andavam de bicicleta sem medo, brincavam de pique – esconde e ainda subiam em árvores para pegar mangas e goiabas, hoje tendem a navegar pelo mundo da Internet, pela rede mundial de computadores sem que, para isto, sequer precisem sair de seus quartos, o que aumenta o risco de uma população adulta obesa e o aparecimento de doenças crônicas não transmissíveis.

E mais, essa tendência está ligada ao nível socioeconômico e escolaridade materna mais elevados, prevalecendo entre alunos de escolas privadas”.

A deputada enfatizou as conseqüências da obesidade: “desordens ortopédicas, distúrbios respiratórios, diabetes, hipertensão arterial, as dislipidemias e os problemas psicossociais.

Os dados são preocupantes, a obesidade infantil atinge mais de 5 milhões de crianças e, segundo o IBGE, em apenas 30 anos, aumentou de 4% para 18%”.

Célia destacou o Programa Academias da Saúde que foi instituído pelo Ministro Alexandre Padilha: “São espaços gratuitos para a prática de atividades físicas e de lazer ao ar livre.

O Programa é voltado especialmente para a promoção do bem-estar, combatendo os inúmeros malefícios advindos do sedentarismo e do sobrepeso”.

A deputada considerou que “a iniciativa merece registro e merece aplausos, pois se faz oportuna, necessária e muito bem-vinda”.

Agência Trabalhista de Notícias, (Paula de Biasi)