Deputada Daniela Amorim afirma que afastamento de Cassol é prejudicial

PTB Notícias 8/06/2009, 16:00


A deputada estadual Daniela Amorim (PTB/RO) disse, no início da tarde desta segunda-feira (08/06), que um possível afastamento do governador Ivo Cassol (sem partido) atrapalharia muito o desenvolvimento do Estado.

“A interferência da Justiça no mandado será muito ruim.

Essa briga do governador com o procurador federal Reginaldo Trindade não tem vencedor, somente perdedor”, afirmou.

Segundo a parlamentar, o Estado está sendo bem administrado e se Cassol sair, não importa que assuma a segunda colocada nas eleições – no caso a senadora Fátima Cleide (PT) ou alguém indicado pela Assembléia Legislativa.

“O prejuízo será grande em qualquer situação”, destacou.

Ela deverá ser candidata à reeleição, mas não descarta uma candidatura a deputada federal, dependendo do futuro político de seu pai, o deputado federal Ernandes Amorim (PTB-RO).

“É claro que a candidatura do meu pai é prioridade, mas ele tem recebido convites para disputar diversos cargos”, disse Daniela, afirmando que se sente mais à vontade no executivo do que no legislativo, porque à frente de uma administração tem mais condições de tocar obras.

Ela disse encarar com naturalidade o fato de ser a única mulher com mandato na Assembléia Legislativa.

“Na maioria somos da base aliada ao governador Ivo Cassol.

Na Assembléia é questão de voto, e não de sexo”, destacou.

Daniela Amorim foi entrevistada hoje pelo jornalista e advogado Arimar Souza de Sá no programa A Voz do Povo, que vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 12 às 13 horas, pela Rádio Cultura FM, 107,9.

Apesar de ser da base aliada do governo, ela explica que não concorda com alguns como por exemplo os problemas na área de saúde.

“Mas é impossível tapar os olhos para as obras que estão sendo executadas em Rondônia”, acrescentou.

JovensDaniela Amorim explicou que tem procurado dar apoio aos jovens, para que consigam o primeiro emprego.

“Tenho dado apoio a cursos de informática destinada à juventude”, detalhou.

Ela acrescentou que também tem apoiado ações voltadas à mulher.

“É uma forma de aumentar a renda familiar”, lembrou.

Segundo a parlamentar, em Rondônia há muito emprego, mas está faltando capacitação.

“A etapa da construção das usinas vai passar e precisamos de projetos a longo prazo.

As hidrelétricas trarão resultados positivos, mas também haverá muita coisa negativa”, previu.

ConfúcioDaniela Amorim disse que adversário político Confúcio Moura (PMDB) está embelezando a cidade, que segundo ela já estava estruturada.

“Mas a prefeitura está deixando a desejar, porque deixou a saúde em uma situação difícil.

A administração dele faz muita propaganda.

Mas a população precisa sair nas ruas e ver o que de fato está acontecendo”, destacou.

Apesar disso, ela afirma que a administração de Confúcio Moura é boa e que seria bom para Ariquemes se ele fosse governador.

Fonte: Rondonotícias