Deputada Vera Castelo Branco sugere Frente Parlamentar de Segurança

PTB Notícias 19/02/2011, 10:38


A deputada estadual Vera Castelo Branco (PTB-AM) está propondo a criação de uma Frente Parlamentar de Segurança para acompanhar todas as ações que a Secretaria de Segurança desenvolver em Manaus e no interior do Estado.

Na avaliação da parlamentar, não adianta, apenas, trocar de secretários a cada período, uma vez que o problema da segurança no Amazonas é conjuntural e necessita de medidas enérgicas para que a sociedade volte a gozar de maior tranquilidade.

Vera Castelo Branco, delegada de polícia de carreira, afirmou que tem a experiência necessária para avaliar os problemas que ocorrem na segurança do Estado.

“A sociedade está desprotegida, ocasionando o aumento dos índices de violência em todos os municípios, principalmente em Manaus, onde o número de assaltos e mortes chega a assustar”, disse ela.

Na avaliação de Vera, a segurança pública de Manaus não é difícil de se fazer.

“Basta que seja colocada a pessoa certa no lugar certo, ou seja, na Secretaria de Segurança, para que o ordenamento das ações seja feito e as medidas sejam acompanhadas com seriedade e avaliadas em seguida por esta Frente Parlamentar”, afiançou ela.

Para a deputada Vera Castelo Branco, para que esses índices de violência caiam pela metade, é necessário que sejam tomadas medidas emergenciais e elaborado um planejamento para médio e longo prazos.

“Não sou crítica das ações do Estado na área de segurança.

O que proponho é a criação de uma Frente composta por pessoas ligadas à segurança pública, principalmente por homens públicos, para que avalie, com bastante acuidade, todas as ações que estão sendo desenvolvidas.

Aí, sim, teremos uma radiografia real do setor, para que se tomem medidas urgentes para que a sociedade volte a gozar de tranquilidade”, destacou a deputada.

Na opinião de Vera, o secretário de segurança, por exemplo, tem que conhecer a realidade local.

“Não adianta trazermos secretários de segurança de outros Estados, que não conhecem nada de Amazonas.

Temos, aqui, pessoas de grande competência e real valor, que podem, muito bem, realizar um serviço fundamental para a melhoria das condições de segurança do Estado”, garantiu.

Vera explica que a tarefa da segurança pública não tem que ser exercida apenas pelo governo, “mas por toda a sociedade que pode, muito bem, colaborar com maior seriedade na formulação de propostas que deságuem em ações de interesse coletivo e de preservação da vida”.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal da Assembleia Legislativa do Amazonas