Deputado Alex Canziani anuncia 25 Escolas Abertas no Paraná

PTB Notícias 13/06/2007, 11:35


O Ministério da Educação vai implantar no Paraná, nos próximos meses, 25 unidades do programa “Escola Aberta”, cujo objetivo é contribuir para a melhoria da qualidade da educação e estimular a participação direta da comunidade na vida das escolas.

A informação é do presidente da Subcomissão Especial de Novas Tecnologias Educacionais da Câmara dos Deputados, deputado federal Alex Canziani (PTB/PR), que foi contactado esta semana pelo próprio Ministério para passar a informação.

O programa tem o apoio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Um estudo preliminar está indicando para esta fase a implantação de 10 projetos em Curitiba e outros 15 em algumas cidades do interior.

“Vai ser muito importante.

Esse projeto [Escola Aberta] tem o mérito de ajudar no combate à violência urbana e trazer as famílias para dentro das escolas”, avalia o parlamentar paranaense, que sempre defendeu a abertura das escolas nos fins de semana, e inclusive já promoveu projetos nesta linha, intitulado “Caravana da Alegria”.

O Escola Aberta prevê a abertura dos estabelecimentos de ensino nos finais de semana para a prática de várias e diferentes atividades, sempre envolvendo os alunos, jovens, crianças e os pais.

O programa foi criado a partir de um acordo de cooperação técnica entre o Ministério da Educação e a Unesco e tem por objetivo contribuir para a melhoria da qualidade da educação, a inclusão social e a construção de uma cultura de paz, por meio da ampliação das relações entre escola e comunidade e do aumento das oportunidades de acesso à formação para a cidadania, de maneira a reduzir a violência na comunidade escolar.

Visa ainda proporcionar aos alunos da educação básica das escolas públicas e as suas comunidades espaços alternativos, nos finais de semana, para o desenvolvimento de atividades de cultura, esporte, lazer, geração de renda, formação para a cidadania e ações educativas complementares.

Atualmente estão em funcionamento escolas abertas em 22 estados, nas regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, Vitória e do Distrito Federal, e nas capitais de Alagoas (Maceió), Amazonas (Manaus), Ceará (Fortaleza, além do município de Maracanaú), Goiás (Goiânia), Maranhão (São Luís), Mato Grosso do Sul (Campo Grande), Pará (Belém), Paraíba (João Pessoa), Piauí (Teresina), Rio Grande do Norte (Natal), Rondônia (Porto Velho), Roraima (Boa Vista), Santa Catarina (Florianópolis), Sergipe (Aracaju) e Tocantins (Palmas).

O programa alcança, atualmente, cerca de 2 milhões de pessoas por mês, das comunidades escolares em todas as regiões.

Iniciado em 2004, o Escola Aberta tem um orçamento de R$ 60 milhões, em recursos da União, a serem investidos em 40 mesesAgência Trabalhista de Notícias