Deputado Campos Machado diz estar otimista sobre futuro de Frank Aguiar

PTB Notícias 21/05/2012, 8:07


Presidente do PTB no Estado de São Paulo, o deputado estadual Campos Machado afirmou que a manutenção de Frank Aguiar (PTB) na chapa do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), está perto de um final feliz para os petebistas.

O cacique partidário disse que se encontrou com o chefe do Executivo na sexta-feira, 18/05, e os dois conversaram sobre a composição.

O próximo passo para firmar Frank é aparar as arestas com o PMDB, legenda que briga para emplacar o vereador Tunico Vieira (PMDB).

“Tenho uma conversa agendada com Michel Temer (vice-presidente, PMDB), mas (a situação) está muito bem encaminhada para o Frank Aguiar.

Ele deve continuar, porque tem apelo popular”, ressaltou Campos.

A principal aposta do PTB é a popularidade do atual vice-prefeito, que concilia política com a carreira de cantor.

Em 2008, foi o bom trânsito com as camadas mais populares que alavancou o nome de Marinho na periferia, essencial na vitória petista.

O comandante do PTB em São Paulo negou que o deputado estadual e pré-candidato ao Paço de São Bernardo pelo PPS, Alex Manente, ofereceu a vaga de vice para Frank.

Atualmente, o vereador Admir Ferro (PSDB) é o nome escolhido pelo popular-socialista para estar ao seu lado na empreitada para derrotar Marinho.

“Não cheguei a conversar com ele porque não converso com duas pessoas ao mesmo tempo”, ressaltou Campos.

Durante o evento estadual do partido ontem em São Paulo, que reuniu 6.

000 pessoas no Ginásio Mauro Pinheiro, o presidente estadual declarou que a legenda apoiará cerca de 500 petebistas em chapas majoritárias por todo o Estado.

“Vamos lançar, custe o que custar, pela primeira vez em São Paulo, mais de 500 candidatos a prefeito e vice.

Não vou aceitar, em hipótese alguma, que tenhamos menos do que isso.

Somos o único partido que está em todos os municípios do Estado”, salientou Campos.

No Grande ABC, a questão está definida na maioria das cidades.

Marilza Aparecida Oliveira Silva assegurou a vice de Gabriel Maranhão (PSDB) em Rio Grande da Serra.

O PTB será cabeça de chapa em Diadema (Silvana Guarnieri), São Caetano (Regina Maura Zetone), Mauá (Ozelito José Benedito, o Irmão Ozelito) e Santo André (Aidan Ravin, que tenta reeleição).

O vereador de Ribeirão Pires Antônio Muraki (PTB) continua na briga pela vice de Edinaldo de Menezes, o Dedé (PPS).

CONVIDADOSO evento estadual do PTB recebeu o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) e o prefeito Gilberto Kassab (PSD).

D’Urso se afasta da OAB-SP no começo do mês que vemO pré-candidato à prefeitura de São Paulo pelo PTB, Luiz Flávio Borges D’Urso, anunciou que deixará o comando da OAB-SP (Ordem dos Advogados no Brasil) no começo do mês que vem para organizar a convenção, que ainda não tem data marcada.

De acordo com o calendário eleitoral, os encontros partidários para definir o posicionamento no pleito municipal devem ocorrer entre os dias 10 e 30 de junho.

“No início de junho vou me dedicar aos preparativos da convenção e depois da campanha efetivamente”, afirmou.

Ao deixar a organização, Marcos da Costa assume o posto da entidade.

O advogado é candidato à reeleição no processo eleitoral da entidade em novembro.

D’Urso afirmou que o encontro estadual do PTB ontem em São Paulo serviu para referendar sua pré-candidatura ao Executivo paulistano.

“É uma determinação muito forte da cúpula do partido e da base no sentido de não sair com aliança que não seja o PTB na cabeça”, ratificou.

O petebista disse que todos os pré-candidatos fizeram convite para a legenda compor na chapa majoritária como vice.

O encontro estadual do PTB reuniu duas figuras ligadas à pré-candidatura de José Serra (PSDB): o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), e o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB).

Para D’Urso, a presença dos dois não demonstra um possível alinhamento com os tucanos.

“Durante 16 anos o PTB foi vice do PSDB.

Hoje é uma determinação de levar essa candidatura até o fim, estarmos no segundo turno e levar a bandeira do PTB à prefeitura de São Paulo”.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal Diário do Grande ABC