Deputado Cristiano Araújo defende uso de tasers pelo Detran do DF

PTB Notícias 18/03/2015, 16:46


Ao participar de uma assembleia dos servidores do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), na semana passada, o deputado distrital Cristiano Araújo (PTB) defendeu o uso de tasers pelos agentes do Detran, por entender que se trata de uma atividade de risco.

Cristiano lembrou que na semana passada um agente do órgão foi espancado depois de abordar um motorista que dirigia sem habilitação e o documento do veículo, em Ceilândia.

“Se os agentes estivessem portando a pistola de descarga elétrica, teriam se defendido dos agressores e os atos de violência contra o agente não teriam acontecido”, argumenta.

O parlamentar lembra que as armas não letais foram compradas no governo passado, mas que o seu uso pelos agentes do Detran foi proibido, após grande polêmica na cidade.

“Não vejo nenhum problema ou risco em um agente de trânsito bem treinado usar a arma para se defender, em casos extremos ou até de ameaça de morte”, afirma.

“O que não pode é o cidadão de bem, agente público, no exercício da sua função, ser atacado sem poder se defender.

“Cristiano, que também apoia os servidores do órgão em suas reivindicações por conquistas para as carreiras, informa que vai dialogar com o governador Rodrigo Rollemberg (PSB), com a direção do Detran e com representantes dos servidores, em busca do entendimento para que o governo libere o uso das armas não letais.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações do Jornal ColetivoFoto: Edson Leal