Deputado Ernandes Amorim denuncia cartel do boi ao ministro da Agricultura

PTB Notícias 26/05/2007, 10:26


O deputado federal Ernandes Amorim (PTB/RO) agendou audiência com o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, na próxima segunda-feira (28/05), para evitar a eventual cartelização do setor de abate de gado (frigorífico) em Rondônia por um grupo que vem usando essa prática criminosa em outros estados da federação.

O parlamentar vai entregar ao ministro denúncia recebida por ele de donos de frigoríficos, que se dizem ameaçados, sem poder trabalhar, “numa onda de terrorismo”, com fiscalizações excessivas, instigadas pelo cartel.

“Os fiscais da Delegacia vinculados ao Ministério da Agricultura têm que cumprir seu papel, mas têm que observar e se ater às questões normativas de orientar os frigoríficos, quanto às exigências legais de funcionamento, sem promover as ameaças de levar a Polícia Federal e de fechamento dos estabelecimentos.

Estão usando o nome da PF para intimidar.

Vamos pedir providências ao ministro.

Isso não se faz”, reclama Amorim.

De acordo com o deputado, as ameaças seriam feitas a mando de cartel, e vai prejudicar os 13 frigoríficos instalados no Estado, responsáveis pela média de 600 empregos diretos cada, movimentação da economia e da receita estadual.

Também no início da semana, o deputado Amorim vai se encontrar com o governador Ivo Cassol para evitar a crise na agropecuária, agravada recentemente, segundo ele, com a liberação da venda de gado novo – bezerros e vacas sem cria – para os estados do sul e sudeste.

“Esse negócio só traz prejuízos ao Estado com a queda na arrecadação, desemprego, e riscos ambientais pela falta de uso das pastagens.

O negócio só é bom para os de fora que compra o gado por R$ 200 e revendem pelo dobro”, afirma Amorim.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do Rondônia ao Vivo)