Deputado estadual Izaías Régis faz duras críticas à gestão do Dnit-PE

PTB Notícias 11/03/2010, 9:57


A instalação de lombadas para limitar a velocidade nas BRs 423 e 424, que cortam o município de Garanhuns, no Agreste, voltou a ser cobrada na Assembléia Legislativa de Pernambuco.

Na tarde desta quarta-feira (10/03), o 1º vice-presidente da Casa, deputado estadual Izaías Régis (PTB), retomou o assunto em Plenário, ressaltando que não recebe respostas do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit – PE) para a solução do problema.

De acordo com o parlamentar, a falta de controle de velocidade dificulta a travessia de pedestres, além de provocar inúmeros acidentes no perímetro urbano.

“Uma carreta tombou e atingiu duas casas.

A única resposta que tivemos do Dnit-PE é a de que não é possível instalar os equipamentos no trecho solicitado, por estar localizado em um declive.

Mas deve haver outra solução para evitar os acidentes.

Alguns sonorizadores foram implantados, mas não resolveram o problema”, lamentou, enfatizando estar insatisfeito com a gestão do superintendente regional do órgão, Marcos Crispim.

Segundo Régis, o município de Pombos, na Mata Sul, recebeu uma lombada eletrônica, no trecho da BR-232 que corta a cidade.

“Vou observar a existência dessas lombadas em outras localidades.

Por que apenas a nossa reivindicação, que é da população de Garanhuns, não é atendida?”, questionou.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do DOE/PE)