Deputado Ezequiel Ferreira está confiante na permanência de seu mandato

PTB Notícias 9/05/2007, 8:17


O deputado estadual Ezequiel Ferreira, do PTB do Rio Grande do Norte, se diz “absolutamente tranqüilo” quanto à continuidade de seu mandato na Assembléia Legislativa do Estado, apesar de não continuar no mesmo partido pelo qual se elegeu.

Ele foi eleito deputado estadual em 2006 pelo PMN e deixou o partido neste ano para se filiar ao PTB.

Ezequiel Ferreira informou que conta com a garantia do primeiro suplente do PMN, Francisco José, de que não vai tentar obter sua vaga pela via judicial.

O deputado confirmou que Francisco José telefonou para ele na manhã de sexta-feira.

“O que Francisco José me disse é que tinha feito algumas consultas porque tinha um filho, vereador em Mossoró, na mesma situação”, disse o deputado petebista.

Ezequiel ainda afirmou que consultou alguns juristas da área eleitoral, que o tranqüilizaram sobre a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de que os mandatos proporcionais pertencem aos partidos políticos e não aos candidatos eleitos.

Ele até disse que está evitando comentar o assunto, que agora chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF) através de três pedidos de mandados de segurança feitos pelo PPS, PSDB e DEM.

“Pessoalmente, acho que o Supremo vai confirmar a decisão do TSE, mas os seus efeitos passem a valer a partir das próximas eleições”, disse o deputado, confiando que a posição a ser tomada pela Justiça Eleitral não retroaja às eleições de 2006.

Ezequiel Ferreira ainda acredita que o STF venha a decidir de forma a aguardar a votação da reforma política no Congresso Nacional, daqui até julho.

“Acho que o Congresso fará um esforço para votar, mesmo nesse pouco espaço de tempo, o que for consensual”, avaliou o deputado.

Ezequiel Ferreira se elegeu pelo PMN em 2006, o mesmo partido do primeiro suplente Francisco José.

Ele saiu do partido para presidir o diretório estadual do PTB, depois que ex-senador Fernando Bezerra perdeu o comando da legenda no Rio Grande do Norte.

Já o advogado Paulo Lopo Saraiva confirmou que foi procurado na semana passada por Francisco José, mas até ontem o ex-deputado não deu retorno.

Saraiva disse que provavelmente hoje, caso tivesse reunido toda a documentação, daria entrada em mais duas ações na 4ª Zona Eleitoral para suplentes de vereadores do PMN e DEM à Câmara Municipal de Natal.

fonte: Jornal Tribuna do Norte (RN)