Deputado Federal Ernandes Amorim reforça pedido para conter violência

PTB Notícias 24/09/2007, 10:42


Dada a repercussão do pedido de envio de forças da Polícia Federal para conter a violência em Ariquemes, feito pelo deputado federal Ernandes Amorim (PTB/RO) ao ministro da Justiça, Tarso Genro, um novo relato minucioso da situação foi feito pelo parlamentar ao ministro esta semana, em Brasília.

No documento, Amorim afirma que a causa que deu origem à escalada da violência em sua região, com assassinatos periódicos, destruição de bens públicos e barbárie de toda espécie, teve início às vésperas das eleições municipais de 2004, com o atentado a fogo à sede da Prefeitura Municipal.

“A intervenção do aparelho policial do Estado, Polícia Militar, Civil, inclusive o Exército e a própria Polícia Federal, em nada resultou, a não ser constrangimento aos eleitores no dia da eleição.

Nada foi apurado, apesar das evidências e denúncias.

Muito pelo contrário: o que restou da nebulosa ação foram várias acusações e atentados a bala em residências, como foi o caso do senhor Adgar Resende, atacado a balas por dois indivíduos em uma motocicleta”, relata Amorim ao ministro.

O petebista alega ter procurado o Ministério da Justiça para que o caso não “caia na vala do esquecimento”, como caso rotineiro e impune e que, no futuro, não se repita, principalmente com as proximidades de ano eleitoral.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do Estadão do Norte)