Deputado Henrique Arantes lança programa para adolescentes infratores

PTB Notícias 1/06/2012, 16:46


Foi com uma certa surpresa que a adolescente P.

N.

A.

, de 16 anos, recebeu o convite para comparecer à solenidade no Auditório Mauro Borges, do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, na manhã de hoje.

Acompanhada do pai Edson, ele integra o grupo pioneiro que fará parte do Programa Renascer, lançado esta pela Secretaria de Cidadania e Trabalho, em parceria com a Polícia Militar.

A jovem, que se envolveu em uma briga na escola, agora terá a oportunidade de reparar seu pequeno delito ao fazer parte do projeto que visa inserir no mercado de trabalho, adolescentes em situação de risco.

“Acredito que esta será uma ótima oportunidade para ela crescer”, declarou o pai de P.

Reação semelhante esboçava o adolescente T.

S.

de 15 anos, apreendido pela PM durante uma pichação.

A avó Maria acredita que a oportunidade contribuirá para o bom encaminhamento do neto.

O secretário de Cidadania e Trabalho, Henrique Arantes (PTB), adiantou que a expectativa do programa é atingir, a longo prazo, cerca de 4.

600 adolescentes da Região Metropolitana de Goiânia, de Anápolis e do Entorno de Brasília.

“Iniciamos com 80 adolescentes para chegarmos a um número muito superior, conforme determinação do governador Marconi Perillo”, declarou.

São jovens como esses que serão contemplados pelo Programa Renascer, lançado esta manhã pelo secretário de Cidadania e Trabalho, Henrique Arantes e pelo comandante geral da Polícia Militar, coronel Edson Costa Araújo, na presença do vice-governador do Estado, José Eliton.

O projeto foi elaborado para atender em seus dois primeiros meses de implantação 80 adolescentes de 14 a 17 anos, que se envolveram em pequenos conflitos com a lei.

A partir do dia primeiro de julho próximo, os adolescentes serão inseridos nas atividades administrativas dos Batalhões da Polícia Militar, quatro horas durante quatro dias da semana, e terão um dia para se dedicar a cursos profissionalizantes oferecidos pela Fundação Pró-Cerrado.

Os integrantes ainda vão receber como incentivo meio salário mínimo e vale transporte.

Para o vice-governador José Eliton, o Estado tem dado importante passo rumo à nova configuração dos programas de assistência social.

“Somos pioneiros nos programas de transferência de renda e agora seremos pioneiros nos programas de qualificação para a renda, ao oferecer meios que permitam ao adolescente se libertar dos programas assistenciais para se auto sustentar”, analisou.

Segundo o comandante geral da Polícia Militar, coronel Edson Costa Araújo, o Renascer é focado em uma importante faixa etária propensa ao crime e que domina boa parte dos índices de homicídio registrados no País.

“Estamos olhando para uma faixa etária que precisa de assistência por ser facilmente arregimentada para o crime”, refletiu.

O programa ainda prevê assistência psicossocial aos integrantes e familiares.

A intenção é que tanto os adolescentes quanto seus familiares possam ter suas vidas reestruturadas com trabalho e qualificação profissional.

Ivana Souza – Agência Trabalhista de Notícias, com informações da assessoria de imprensa do secretário de Cidadania e Trabalho, Henrique Arantes