Deputado Jurandir Maciel pretende debater mobilidade de famílias em Canoas

PTB Notícias 29/04/2011, 13:27


Com o objetivo de debater a proposta de rebaixamento da linha do Trensurb de Canoas, a Assembleia Legislativa da Rio Grande do Sul instalou na última quinta-feira (28/04/2011) uma Frente Parlamentar para tratar especificamente sobre o tema.

O órgão será presidido pelo deputado Jurandir Maciel (PTB-RS), proponente da iniciativa, com apoio de Nelsinho Metalúrgico (PT).

A Frente Parlamentar Pró-rebaixamento do Trensurb tem o propósito de analisar as necessidades de mobilidade da população de Canoas, que sofre com a divisão de sua área desde a instalação do Trensurb, na década de 80, e se soma ao esforço do prefeito Jairo Jorge para revitalizar a área central.

“Queremos resgatar não só a mobilidade da cidade, mas sua relação direta com o cidadão, que vive em uma cidade dividida pelo trem”, justificou Jurandir.

O prefeito de Canoas disse que a separação histórica da cidade deve-se a uma decisão arbitrária à época da instalação do trem, que dividiu o município.

“Essa reparação é a luta que apresentamos.

Agradeço ao deputado Jurandir pela iniciativa e espero que nos ajude a sensibilizar seus pares da importância de voltarmos a ter uma cidade unificada”, comentou Jairo Jorge.

Em nome Executivo, o secretário de Obras e Irrigação, Luiz Carlos Busato, destacou que a iniciativa concretiza o que defende o governo e enfatizou que a proposta de rebaixamento do trem une as esferas municipal, estadual e federal.

“Essa é uma luta de muito tempo da cidade e que toma forma através do empenho da prefeitura, com apoio dos parlamentares”, disse.

O superintendente do Trensurb, Humberto Kasper, destacou a importância do trem para a cidade e relatou que diariamente são transportadas cerca de 200 mil pessoas.

Ele reconheceu que a divisão da cidade é uma reclamação justa da comunidade e garantiu que a empresa se engajará ao projeto.

Ao instalar oficialmente a Frente Parlamentar, o presidente do Parlamento, deputado Adão Villaverde, reiterou que Canoas está apartada e agredida em sua mobilidade e cidadania.

Segundo ele, esse é um momento de reflexão sobre a necessidade de planejamento para a realização de obras.

“Essa iniciativa aqui da Casa atende a uma demanda histórica da comunidade de Canoas, que precisa dessa obra de reparo”, finalizou.

Também prestigiaram o evento a vice-prefeita de Canoas, Bete Colombo, vereadores, secretários municipais e deputados estaduais.

Agência Trabalhista de Notícias (PB),com informações da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul